Em Bom Princípio, bandeira vermelha deixou lojas fechadas, mas existe a expectativa de voltar para a bandeira laranja - Crédito: Guilherme Baptista/FN

É grande a expectativa com relação ao anúncio das bandeiras do sistema de distanciamento social controlado do Governo do Estado.

Neste sábado, será divulgada mais uma etapa, pelo governador Eduardo Leite. Municípios que estão com bandeira vermelha, de risco alto, como Bom Princípio, Alto Feliz, Vale Real, Linha Nova, Feliz e São Vendelino, estão na esperança de voltar para a bandeira laranja, de risco médio, o que permite maior flexibilização do comércio e serviços. Por pertencer a macrorregião da Serra na área da saúde, onde aumentaram as internações e foi determinada a bandeira vermelha, as seis cidades do Vale do Caí estão com limitações, só podendo funcionar atividades essenciais. Existe a possibilidade de divisão em mais regiões, se desvinculando da Serra, o que poderá permitir a volta para a bandeira laranja.

Por outro lado, municípios que tem como referência Canoas, como São Sebastião do Caí, Montenegro, Tupandi, Harmonia, Barão, Brochier, Capela de Santana, Maratá, Pareci Novo, Salvador do Sul, São Pedro da Serra e São José do Sul, podem passar da bandeira laranja para a vermelha, já que aumentaram as internações e óbitos na Região Metropolitana. E o mesmo pode acontecer com São José do Hortêncio e Portão, que tem como referência Novo Hamburgo. Por tudo isso a região vive momentos de grande expectativa.

Nesta semana as bandeiras ainda serão divulgadas neste sábado, dia 20, mas com as mudanças anunciadas pelo Estado o prazo para que as regiões entrem com recurso já será aberto até segunda-feira, dia 22. Com isso, a atualização no mapa será válida somente a partir da terça-feira. Na semana posterior, a coleta de dados será antecipada para quinta-feira, antecipando o cronograma de divulgação e ampliando o prazo de recurso. A partir da próxima semana o cálculo e divulgação passam a ocorrer nas sextas-feiras, tendo o prazo para recursos dos municípios até às 8h da manhã de segunda e após a análise das alegações pelo Gabinete de Crise, na parte da tarde acontece a divulgação do papa com as bandeiras que passam a vigorar a partir de terça-feira.

Sob investigação

O caso de uma morte de uma idosa, de 77 anos, de Bom Princípio, não apareceu ontem entre as 17 mortes por coronavírus registradas pelo Estado nas últimas 24 horas. Ela estava hospitalizada em Caxias do Sul faz cerca de cinco meses em decorrência de doenças pré-existentes, como tratamento de câncer, tendo sido testada no último fim de semana e deu positivo para Covid-19. Uma análise realizada pela Vigilância Sanitária do Estado, em conjunto com o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), deve apontar se o óbito será incluído na lista dos pacientes mortos por Covid-19 no Rio Grande do Sul. Caso o Estado confirme como óbito de coronavírus, será a terceira na região, pois foram registrados casos anteriores em Montenegro e São Sebastião do Caí.

O Estado chegou ontem a 423 óbitos. No Brasil já são mais de 1 milhão de casos e mais de 49 mil mortes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here