Projeto não será mais votado na noite de hoje na Câmara de Vereadores de Montenegro - Arquivo/FN

O Comando do 5º Batalhão de Polícia Militar informou que nesta quarta-feira, dia 13, às 19h, fixará policiamento junto ao entorno do prédio da Câmara de Vereadores de Montenegro, na beira do rio, durante a realização da sessão ordinária. Segundo o comandante do 5º BPM, tenente-coronel Oberdan do Amaral Silva, a medida visa a atender a solicitação formal realizada pela presidência da Câmara, através do vereador Talis Ferreira (PP).

O comandante lembra que no local existem câmeras de vídeomonitoramento que reproduzem e gravam imagens para a Sala de Operações da Brigada Militar. Ele ressalta que isso auxiliará na vigilância, inclusive, servindo para eventual identificação de pessoa que possam atentar contra a ordem pública. O tenente-coronel Oberdan frisa que a medida visa à segurança de todos os munícipes e o regular exercício dos poderes legitimamente constituídos.

Nas redes sociais existe uma mobilização de várias pessoas protestando contra o projeto que cria novos cargos de assessores para os vereadores. A proposta foi apresentada na quinta-feira passada, gerando divergências na própria sessão e muitas manifestações em redes sociais, incluindo um abaixo-assinado. Ainda na sessão a maioria dos vereadores se manifestou favorável a contratação de um segundo assessor para cada gabinete, além de quatro servidores para o administrativo da casa. O mesmo ocorreu na manhã de ontem, terça-feira, com 4 votos favoráveis e apenas um contrário, durante a Comissão Geral de Pareceres (CGP). Com isso o projeto vai ser votado em plenário nesta quarta-feira, a partir das 19h, em sessão que será antecipada devido à semana santa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here