Mapa definitivo desta semana será divulgado nesta segunda-feira - Crédito: Governo do Estado

Será divulgado na tarde de hoje, segunda-feira, dia 17, o mapa definitivo do sistema de distanciamento controlado do Governo do Estado para esta semana. A Região da Serra, que tem como referência Caxias do Sul e da qual fazem parte seis municípios do Vale do Caí, figura preliminarmente na bandeira vermelha, de risco alto. Mas foi encaminhado pedido de reconsideração. O recurso é analisado pelo Gabinete de Crise do Estado. O mapa definitivo passa a vigorar amanhã, terça-feira. Dos vinte municípios do Vale do Caí apenas oito, que não tiveram mortes ou internações nos últimos 14 dias, seguem na bandeira laranja, entre eles Alto Feliz, Brochier, Linha Nova, Maratá, Pareci Novo, São José do Sul, Tupandi e Vale Real.

Caso a Região da Serra consiga reverter e ficar na bandeira laranja, vai beneficiar também municípios como Bom Princípio, Feliz e São Vendelino. A Associação dos Municípios da Encosta Superior Nordeste (Amesne), da qual fazem parte no sistema de distanciamento controlado, entrou com recurso contestando os dados do Comitê de Crise do Estado que colocou a região Caxias do Sul na bandeira vermelha no mapa preliminar. Segundo o prefeito de Cotiporã e presidente da Amesne, José Carlos Breda, o recurso mostra que houve melhorias em praticamente todos os indicadores da região da Serra. Ele cita a estabilidade nas internações por Síndrome Respiratória Aguda nos últimos 21 dias, a queda das internações em leitos clínicos, a redução das internações em leitos de UTI e o aumento no percentual de pacientes curados. Breda salientou ainda que a região está atendendo pacientes de outras regiões e além disso melhorou o indicador de projeção de óbitos e aumentou a capacidade de atendimento em 22%.

Outra alternativa é que pelas novas regras, municípios em bandeira vermelha, que quiserem adotar protocolos menos restritivos, como de bandeira laranja, podem encaminhar documento com assinaturas de no mínimo dois terços dos prefeitos. O documento, através de formulário eletrônico, deve ser encaminhado no mínimo 48 horas de antecedência do início da vigência do plano, sendo avaliado por equipe técnica. Foi o que fez municípios do Vale do Caí que tem como referência Canoas, como São Sebastião do Caí, Montenegro e Harmonia, que estavam na bandeira vermelha e agora podem adotar protocolos de laranja. O presidente da Amesne tem a convicção de que o Estado vai rever as bandeiras e a região de Caxias ficará na bandeira laranja, para que possa flexibilizar o comércio e serviços. Sobre a proposta de cogestão, adotando protocolos de laranja, José Carlos Breda, informou que ela está sendo construída e deve ser finalizada nesta semana.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here