Crédito: Agência Brasil

A Caixa Federal passa a creditar a partir desta quarta-feira, dia 22, as novas parcelas 4 e 5 do Auxílio Emergencial de 600 reais anunciadas pelo Governo Federal. O novo calendário de pagamentos passa a ser organizado em ciclos de crédito em conta poupança social digital e saque em espécie. Os beneficiários continuam recebendo a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento.

A reportagem entrevistou o porta voz Ricardo Bier Troglio, Superintendente de Rede da Caixa, sobre o novo formato de calendário do Auxílio Emergencial. Segundo ele, o objetivo do novo modelo foi de simplificar, facilitando o acesso dos beneficiários. “Está previsto o pagamento até o final deste ano”, ressalta.

De acordo com Troglio, quem já recebeu as três primeiras parcelas, terá direito a mais duas para fechar o ciclo. Outros, que não receberam as três primeiras, também devem receber. “Independente de quantas parcelas já foi recebido, foi organizado por data de mês de nascimento, para evitar aglomerações nas agências”, esclarece. Cita como exemplo que, para os nascidos em janeiro, já está disponível, no aplicativo Caixa Tem (Poupança Social Digital), para movimentação, como pagamento de contas. E para quem deseja sacar em espécie, tem o pagamento a partir de 25 de julho. O calendário também aponta a próxima parcela a partir de 28 de agosto. Isso vai valendo para cada mês”, explica, citando que o calendário está disponível no site da Caixa. “Todos tem direito as cinco parcelas, mesmo que vai receber a partir de agora”, completa.

Os beneficiários que estão no programa Bolsa Família começaram a receber a parcela 4 já na segunda-feira, dia 20. O recebimento do Auxílio Emergencial por este público é feito da mesma forma que o benefício regular, utilizando o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, ou por crédito na conta Caixa Fácil. “Nada muda. É o mesmo calendário anual”, diz o superintendente.

O beneficiário não precisa aguardar o saque em espécie para transacionar o dinheiro. O aplicativo CAIXA Tem possibilita que o cidadão faça transferências bancárias e ainda pague contas, como água, luz e telefone. Além disso, o app disponibiliza gratuitamente o cartão de débito virtual CAIXA. Com ele, é possível fazer compras pela internet, aplicativos e sites de qualquer um dos estabelecimentos credenciados. O cartão também é aceito em diversas lojas físicas. Para utilizá-lo, o beneficiário precisa gerá-lo. Para isso, o primeiro passo é atualizar o CAIXA Tem. Depois, entrar no aplicativo e acessar o ícone Cartão de Débito Virtual. Feito isso, o usuário deverá digitar a senha do CAIXA Tem. Em seguida, aparecerão os seguintes dados: nome do cidadão, número e validade do cartão, além do código de segurança. Ao lado do código, é preciso clicar em “gerar”. Pronto. O cartão está disponível. O código de segurança vale para uma compra ou por alguns minutos. Para realizar uma nova compra é preciso gerar um novo código.

Além da possibilidade de uso do cartão de débito virtual, disponível para compras online, o CAIXA Tem também oferece a opção “Pague na maquininha”, forma de pagamento digital que pode ser utilizada nos estabelecimentos físicos habilitados. É uma funcionalidade por leitura de QR Code gerado pelas maquininhas dos estabelecimentos e que pode ser facilmente escaneado pela maioria dos telefones celulares equipados com câmera.

Quando o cliente seleciona a opção “Pague na maquininha”, no aplicativo, automaticamente a câmera do celular é aberta. O usuário deve então apontar o telefone para leitura do QR Code gerado na maquininha do estabelecimento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here