Escolas como Capital do Saber, da Feliz, estão com aulas presenciais, com todos os protocolos de segurança - Crédito: Capital do Saber

O governador Eduardo Leite confirmou ontem, terça-feira, que as regiões com duas bandeiras vermelhas consecutivas no mapa do distanciamento poderão manter as escolas abertas. Na semana passada, decreto do Estado determinou que, nessa situação, as atividades presenciais nas escolas seriam interrompidas; O decreto com a alteração deve ser publicado até esta quarta-feira.

No mapa da 29ª rodada do distanciamento controlado, que passou a vigorar ontem, terça-feira, oito regiões foram classificadas em bandeira vermelha, com risco epidemiológico alto, inclusive vários municípios do Vale do Caí, mas poderão, a partir do novo decreto, manter em funcionamento ou abrir escolas. Entre os municípios na bandeira vermelha, pertencentes as regiões covid de Canoas e Novo Hamburgo, que pela cogestão podem adotar protocolos de laranja, estão São Sebastião do Caí, Montenegro, Capela de Santana, Pareci Novo, Barão, São José do Sul, Tupandi, Portão e São José do Hortêncio. As outras onze cidades do Vale do Caí seguem em bandeira laranja, já que foi aceito pedido de reconsideração da região covid de Caxias do Sul, da qual fazem parte seis municípios do Vale, e outros cinco não tiveram mortes ou internações associadas ao coronavírus nos últimos 14 dias.

Entre as vinte cidades integrantes da Associação dos Municípios do Vale do Rio Caí (AMVARC), nos últimos dias, até o início desta semana, ocorreram dois óbitos. Um deles foi no município de Portão, de uma mulher de 40 anos, registrado na segunda-feira. E o outro foi confirmado ontem, terça-feira, de um caiense de 57 anos, que estava internado em UTI de hospital em Porto Alegre, sendo a 14ª morte de paciente do Caí com coronavírus. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, o homem tinha doença pré-existentes e morreu no sábado, mas a confirmação de Covid-19 só ocorreu ontem.

A região tem atualmente cerca de 5,4 mil casos confirmados, dos quais 4,7 mil estão curados e ocorreram 87 óbitos de pacientes com coronavírus desde o início da pandemia. Em razão de casos confirmados o suspeitos chegaram a ser suspensas recentemente atividades em locais como agências bancárias de Montenegro, creche de Harmonia e o atendimento externo na Prefeitura de Pareci Novo.

Em razão do aumento do número de casos no Rio Grande do Sul, é importante a população redobrar os cuidados preventivos, usando máscara, que segue sendo obrigatório, além de manter o distanciamento, evitando aglomerações, e reforçando as medidas de higiene e limpeza. Até que seja aplicada uma vacina, as pessoas estão sujeitas ao contágio, já que o vírus está circulando e as internações aumentaram. Existe a preocupação com o aumento no movimento do comércio, devido às compras de Natal, e com as festas de final de ano. O governador Eduardo Leite já alertou que estão em estudo novas medidas restritivas para tentar conter a alta de casos, mas não pretende impor maiores dificuldades econômicas, principalmente ao comércio e serviços, que já tiveram grandes prejuízos devido a pandemia. Para evitar o aumento no contágio, é preciso que a população se conscientize e faça a sua parte.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here