15ª Região Tradicionalista participou na Fecars em Xangri-lá Reprodução/FN

O Vale do Caí esteve muito bem representado na 31ª Festa Campeira do Estado (Fecars), realizada no último final de semana no município de Xangri-lá, no litoral norte gaúcho. O evento ocorreu entre os dias 14 e 17 de março, reunindo os classificados nas trinta regiões tradicionalistas do MTG para as provas campeiras da lida gaúcha.

A 15ª Região Tradicionalista, que reúne dos municípios do Vale do Caí, participou em várias categorias, desde o laço vaca parada piazinho (0 a 6 anos) até a rédea prenda, vaqueano (70 anos ou mais), pai e filho, irmãos, geração (avô, pai e neto), chasque, gineteada, laço peão farroupilha, entre outras modalidades.

Destaques

Gilberto Irineu Sander, do Caí, ficou em 1º lugar na prova de rédeas veterano
Reprodução/FN

Entre as modalidades disputadas, a 15ª Região Tradicionalista obteve o troféu de 1º lugar no laço vaqueano com Altair Vieira Batista, do PL Timbaúva, de Portão; na rédea veterano com Gilberto Irineu Sander, do CTG Lauro Rodrigues, de São Sebastião do Caí; e na rédea guri com Eduardo Flores Ramos, do CTG Estância da Vendinha, de Triunfo. Também o 3º lugar no laço dupla de prendas, com Joana Moreira de Oliveira, do CTG Estância do Montenegro, e Jéssica Müller, do CTG Sentinela do Portão.

A 31º FECARS bateu pelo menos um recorde com a 22ª RT sagrando-se campeã do laço equipe com 50 armadas positivas das 50 arremessadas. O máximo que que se tinha conseguido nesses 31 anos foram 49 armadas de 50. A 15ª Região Tradicionalista ficou com 47 armadas positivas.

O coordenador da 15ª Região Tradicionalista, Claudio Rogélio Correia Oliveira, avalia como bastante positiva a participação na Fecars, ressaltando não só os bons resultados, mas também o comprometimento em todas as modalidades, a organização do acampamento e a presença de familiares e amigos dos participantes, além de integrantes das entidades tradicionalistas.

Deixe seu comentário