No ano passado teve a primeira edição no Parque Centenário (foto) e agora a programação ocorre na Estação da Cultura - Arquivo/FN

Integrando a programação da Semana da Diversidade, no próximo domingo, 25 de novembro, acontece na Estação da Cultura de Montenegro a 2ª Parada Livre LGBTT (sigla para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). Também conhecida como Parada Gay, o evento ocorre entre 15h e 20h, com várias atividades, incluindo shows de música, drag queens e DJs, além de performances de alunos da Uergs, praça de alimentação, bancas e orientações na área da saúde. No ano passado o evento teve a primeira edição no Parque Centenário, com boa participação. Neste ano, em razão dos problemas de falta de eletricidade e estrutura no Centenário, toda a programação da Semana da Diversidade está ocorrendo na Estação da Cultura.

Segundo Ezequiel de Souza, que integra a comissão organizadora, desde a última quarta-feira, dia 21, estão ocorrendo várias atividades, como painéis, rodas de conversa, debates e encontros, discutindo principalmente sobre educação, saúde e segurança pública. Os assuntos foram levantados nas reuniões do coletivo LGBTT Íris, que surgiu em 2015 com encontros da comunidade LGBT de Montenegro.

Programação

Programação da Semana da Diversidade começou na quarta-feira e prossegue na Estação da Cultura
– Reprodução/FN

A programação da Semana da Diversidade iniciou na quarta-feira discutindo o tema Educação como espaço de todos. Já ontem, quinta-feira, o tema foi Saúde pública para a comunidade LGBTT. A programação prossegue no Espaço Braskem, da Estação da Cultura, aberta a toda a comunidade.

Nesta sexta-feira, a partir das 14h, será tratado sobre Segurança pública para quem?, com a participação de representantes da Brigada Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e do coletivo. Já às 15h30 o destaque será para O Mercado de trabalho e os LGBTTs. Amanhã, sábado, dia 24, a partir das 15h, reunião aberta à comunidade, com a avaliação dos painéis e elaboração de documento sobre as demandas levantadas pela comunidade LGBTT. Já no domingo encerra a programação da Semana da Diversidade, com a 2ª Parada Livre LGBTT.

1 COMENTÁRIO

  1. Não entendo o porque desses movimentos, pessoas de bem, não tem esta necessidade de exposição, é apenas trabalhar e conviver em família. Algo que precisa de confirmação explícita, ao meu ver, não tem bases concretas e tendem a modismo. Infelizmente será um domingo que muitas crianças não irão à estação se divertir, pois os direitos de minorias estão se sobrepondo aos da maioria, acredito que estas inversões, como muitas outras de nossa sociedade, estão por acabar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here