Bier Park ocorreria nos dias 15, 16 e 17 de novembro, no Parque Municipal de Feliz - Arquivo/FN

Os vereadores de Feliz, Luiz Egon Kremer (MDB), Leonardo Mayrer (MDB), Jorge Zimmer (PT), Joseane Hahn (PDT), Marcelo Antônio Muller (PP) e Valdecir Kronitzky (PP), emitiram uma nota oficial para esclarecer as razões que motivaram a apresentação de emenda modificativa ao Projeto de Lei nº 086/2019, que autorizaria o Executivo Municipal conceder patrocínio de R$ 80 mil (oitenta mil reais) para a realização do evento conhecido como Encontros de Cervejarias Artesanais, que a partir de 2019 passa a ser chamar Feliz Bier Park, que ocorreria nos dias 15, 16 e 17 de novembro, no Parque Municipal de Feliz.

Conforme os vereadores, o projeto apresentado aos vereadores, a Prefeitura Municipal ficaria autorizada a conceder, além dos R$ 80 mil (oitenta mil reais), os seguintes incentivos:
– Isenção de cobrança de qualquer valor a título de utilização do espaço público, no período de 20 de outubro a 30 de novembro do corrente ano;
– Disponibilização de espaço físico e de estrutura para realizar os trabalhos administrativos da festa, com isenção de cobrança de qualquer valor a título de utilização do espaço público, durante o período de 20 de outubro a 31 de dezembro do corrente ano;
– Pagamento das despesas com o fornecimento de energia elétrica e água do Parque Municipal de Feliz, no período da realização do evento;
– Pagamento das despesas de hospedagem do site oficial do evento;
– Disponibilização, a critério da Administração Pública, de veículos oficiais para divulgação do evento;
– Disponibilização, a critério da Administração Pública, de servidores municipais necessários para a realização do evento, a serem requisitados pela Associação;
– Isenção da Taxa de Atividade Ambulante, Taxa de Licenciamento e da Taxa de Fiscalização Sanitária para a Associação dos Cervejeiros Caseiros da Cidade de Feliz e também para todos os participantes/expositores da festa.

Os vereadores signatários, após analisarem profundamente o projeto, embora reconhecendo a importância do evento, concluíram que o valor de R$ 80 mil (oitenta mil reais) seria muito elevado e apresentaram uma emenda reduzindo o patrocínio em dinheiro para R$ 60 mil (sessenta mil reais).

As principais motivações para a apresentação da emenda, segundo os vereadores, foram as seguintes:
– A realização de festividades e eventos certamente é de grande valia para fomentar a cultura, o comércio e o turismo de uma cidade. Contudo, a realização destes eventos não pode ser custeada majoritariamente pelos cofres municipais, atualmente já tão sobrecarregados.
– Quando da realização do evento anterior, em 2017, já houve um aporte financeiro no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), o qual buscar-se-ia equiparar ao final do evento para a criação de um Fundo, o qual permitiria que não mais fosse necessária a participação financeira por parte da Municipalidade, o que, infelizmente, acabou não se concretizando.

Com a aprovação da emenda, a Comissão Organizadora e o Executivo Municipal, ao lamentar a iniciativa dos vereadores, adiaram a realização do evento. Contudo, na visão dos vereadores, o evento não precisaria ser adiado, eis que há margem para a redução do valor previsto para a realização da festa, que foi orçado em aproximadamente R$ 315 mil (trezentos e quinze mil reais).

A redução do valor do patrocínio para R$ 60.000,00 (sessenta mil reais), no entender dos vereadores citados, não inviabiliza de maneira alguma a realização da festividade, visto que o valor ainda é superior ao que fora destinado na última oportunidade, no ano de 2017, sendo que o evento atingiu seu objetivo, conforme a prestação de contas apresentada pela Comissão Organizadora, na Câmara de Vereadores.

Para os vereadores, o custo da fabricação dos copos para o evento, deveria ser suportado por aqueles que se beneficiam do evento (neste caso, os cervejeiros) e não pela Organização do mesmo. São R$ 22 mil (vinte e dois mil reais) que já suprem, de imediato, o valor diminuído do patrocínio, através da emenda modificativa.

“Somos sabedores das grandes dificuldades que são impostas a quem se propõe a fazer um grande evento, mas somos sabedores, também, da grande dificuldade que a nossa comunidade passa para conseguir honrar seus compromissos, com o pagamento de impostos e taxas, ao erário público. Ressaltamos que não há qualquer má vontade quanto a realização do evento ou a entidade promotora, muito pelo contrário, uma vez que o valor aprovado, na ordem de R$ 60 mil (sessenta mil reais), é 20% maior do que o concedido quando da realização do 4º Encontro de Cervejarias Artesanais, realizado em 2017, que foi de R$ 50 mil (cinquenta mil reais), e como todos sabemos o evento foi muito bonito, organizado e agradou a quem dele participou. Salienta-se, ainda, que os R$ 60 mil aprovados, é o 2º maior valor já disponibilizado, em forma de patrocínio, da história de Feliz, ficando apenas atrás dos recursos disponibilizados para a Festa das Amoras e Morangos, no ano de 2018”, citam os vereadores. “Colocamo-nos, como de praxe, inteiramente à disposição da comunidade felizense para dirimir qualquer dúvida que venha a existir, pois não precisamos nos esconder, não somos motivados por mesquinharias e nossa decisão não tem cunho político, uma vez que foi abraçada por vereadores tanto de situação, quanto da oposição. Nosso trabalho é fiscalizar e buscar o que é certo para àqueles que representamos. Nosso compromisso é com o cidadão de Feliz e diante dos números apresentados ficará evidente que tomamos uma medida correta. Por fim, torcemos para que a Comissão Organizadora reveja o seu posicionamento quanto ao adiamento do evento, pois temos certeza de que tem competência e grande capacidade para a realização de um evento tão grandioso quanto os já realizados nas últimas quatro edições”, concluem os vereadores, em nota assinada por Luiz Egon Kremer (MDB), Leonardo Mayrer (MDB), Jorge Zimmer (PT), Joseane Hahn (PDT), Marcelo Antônio Muller (PP) e Valdecir Kronitzky (PP).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here