Prefeitura calcula que mais de 4 mil pessoas acompanharam a apresentação das escolas Unidos do Quilombo e Unidos do Navegantes - Crédito: Prefeitura

A noite agradável de sábado, dia 29, e a expectativa de um grande desfile, levaram um grande público ao centro de São Sebastião do Caí. As escolas de samba Unidos do Quilombo e Unidos do Navegantes fizeram uma bela apresentação, arrancando aplausos e fazendo o público cantar e dançar ao longo da Rua Coronel Paulino Teixeira.

Corte do carnaval foi destaque
– Prefeitura/Divulgação

Conforme a Prefeitura, o evento foi um grande sucesso. A estimativa dos organizadores é de que mais de 4 mil pessoas lotaram a “avenida do samba” no único desfile de carnaval ocorrido neste ano na região. Não faltaram destaques como passistas, mestre sala e porta bandeira, baianas, baterias, carros alegóricos e belos sambas enredo para abrilhantar o ponto alto da folia de momo caiense. “Superamos o público do ano passado, o que mostra a força do carnaval caiense e das nossas duas escolas. Foi um belo espetáculo que botou milhares de pessoas para sambar e se divertir sem maiores problemas ou ocorrências. Mais uma vez o Caí marca o Carnaval da região”, destacou o prefeito Clóvis Duarte.

Passistas arrancaram aplausos do público
– Crédito: Divulgação/FN

Além das escolas, o desfile foi abrilhantado pela presença do rei momo João Carlos Padilha e das duas cortes do Município. A do Carnaval, rainha Kelly Diuana da Silva e princesas Istelly da Silva e Greice Kelly da Silva, mostrou muita energia, disposição e samba no pé abrindo e conduzindo os desfiles das duas escolas. As soberanas da 22ª Festa Nacional da Bergamota e das Flores, rainha Laura Ferraz e princesas Maria Augusta Pithan e Júlia Koch também caiaram na folia. Outro destaque foi o trabalho das equipes de limpeza e varrição, que deixaram tudo limpo e organizado ainda na madrugada deste domingo.

Muita animação, com destaques e no ritmo da bateria
– Crédito: Prefeitura

Sobre algumas reclamações, principalmente em redes sociais, quanto ao atraso no início do desfile e a falta de corda para isolamento impedindo a invasão da pista. Segundo a Prefeitura, a demora se deu porque as escolas atrasaram na chegada a Rua Cel. Paulino Teixeira, onde toda a estrutura já estava montada e pronta para começar no horário. Quanto ao cordão de isolamento, a Prefeitura alega que não foi colocado porque o mesmo sistema sem isso teve êxito no ano passado. Mas como o público foi maior neste ano, teve mais gente na rua, o que prejudicou também que estava na calçada em cadeiras.

As crianças mais uma vez marcaram presença
– Crédito: Prefeitura

Vale ressaltar o esforço das escolas de samba e da organização em realizarem uma bela apresentação. E isso sem nenhum incidente. Com alguns ajustes, a expectativa é de um desfile ainda melhor no próximo ano.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here