No Caí alunos foram pessoalmente deixar suas cartinhas nos Correios - Crédito: Prefeitura

Iniciou na última sexta-feira, dia 22, o período para adoção das cartinhas da campanha Papai Noel dos Correios. Entre as 87 cidades participantes estão Montenegro e São Sebastião do Caí.

Em 2019, a maior ação de responsabilidade social dos Correios está completando 30 anos. Ao longo dessas três décadas, foram mais de 6 milhões de cartinhas atendidas em todo o Brasil. Somente no Rio Grande do Sul, foram apadrinhadas cerca de 46 mil cartas no ano passado.

A Campanha surgiu a partir da iniciativa de alguns empregados que, sensibilizados com as cartinhas postadas para o Bom Velhinho nas vésperas de Natal, resolveram adotar os pedidos por conta própria e começaram a enviar presentes às crianças. Com o passar do tempo, a ação foi ganhando proporção na empresa e acabou se transformando em um projeto corporativo dos Correios. Atualmente, essa corrente do bem une esforços de empresa, empregados e voluntários da sociedade para atender aos pedidos de presentes de milhares de crianças todos os anos.

Funcionamento

Na etapa inicial da Campanha, a empresa recebe cartinhas de instituições cadastradas e escolas da rede pública que atendem crianças em situação de vulnerabilidade social — os Correios mantêm parceria com as Secretarias de Educação, a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP. As cartinhas são lidas e registradas pela empresa, para então serem disponibilizadas ao público nos pontos de adoção de cada cidade.

Nesses locais, os interessados em contribuir com a Campanha leem as cartinhas, selecionam os pedidos que desejam adotar e depois entregam os presentes. Vale destacar que o presente deve ser embrulhado em papel pardo e é fundamental que o pacote contenha o número da carta legível ― é através deste número que os Correios identificam o destinatário de cada objeto e conseguem fazer a entrega corretamente. No caso de ser mais de um presente para uma mesma carta, deve-se fazer um único pacote. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança nunca é divulgado ou informado ao padrinho.

Campanha no Caí

No Caí, quem tiver a possibilidade e a vontade de fazer o Natal de uma criança mais feliz já pode procurar diretamente a agência dos Correios. Estão disponíveis as cartinhas escritas pelos pequenos com seus pedidos para o Papai Noel, que podem ser atendidos por qualquer pessoa, entidade ou empresa interessada em colaborar e adotar uma cartinha.

A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Turismo e Desporto, e a agência dos Correios. Este ano serão contempladas 203 cartas escritas por alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental São José e do anexo da Escola Municipal de Educação Infantil Tia Jussara. Após a retirada da carta, o “Papai Noel” deve atender o pedido e entregar o presente até o dia 6 de dezembro. Mais informações podem ser obtidas diretamente nos Correios ou na Secretaria de Educação, na sede da prefeitura.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here