Professor caiense Thiago Ferronato enfrentará Alisson Amorim no duelo de faixas-pretas Reprodução/FN

Cada vez mais o Parque Centenário do Caí está se consolidando como um grande centro de eventos. Este final de semana o ginásio B vai sediar o 3º Desafio Samurai, com 25 lutas casadas entre atletas de Jiu Jitsu de 12 academias. Um grande tatame será montado para oferecer as condições ideias para o desafio. Iluminação e sonorização especiais completam a produção.

O evento é organizado pelo professor de Jiu Jitsu faixa preta Luciano Pinto que é professor na academia JA em Montenegro e tem 16 anos de experiência.

Das 25 lutas (veja no box), 5 serão entre faixas-pretas, inclusive com a vinda de 3 atletas de São Paulo. Completando o card, haverá lutas de crianças (duas meninas), juvenil, adulto e master. As lutas são casadas de acordo com a faixa, idade e o peso de cada atleta e os colegas de equipe não se confrontam. O vencedor ganha um Kimono e troféu. Vários atletas do Caí e Montenegro estarão na disputa. Cada luta tem 6 minutos de duração máxima.

Cronograma das lutas já está definido
Reprodução/FN

O grande diferencial do Desafio Samurai é que cada atleta luta somente uma vez, diferente dos campeonatos, com isso as lutas ficam mais acirradas pois toda energia é imposta na luta.

O desafio começa às 20 horas e o público terá a disposição beer e food trucks. Os ingressos custam R$ 10 e estarão a venda no local. Segundo Luciano Pinto a estimativa de público é de 300 a 400 pessoas.

Mais informações podem ser obtidas pelo 99262-9079 e 99624-3905.

Deixe seu comentário