O grau de desenvolvimento de cada município pode ser medido através do PIB per capita. O cálculo ocorre através do produto interno bruto, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos pelo município, dividido pelo número de habitantes.

Nesta semana o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Departamento de Economia e Estatística (DEE) divulgaram os dados do PIB, com base no ano de 2017. O Vale do Caí novamente teve um bom desempenho, demonstrando ser uma região de grande desenvolvimento. O maior município, Montenegro, é o 19º no ranking do PIB no Estado. Mas quanto ao PIB per capita, em que a produção é dividida pela população, o maior destaque da região continua sendo Tupandi, graças a sua grande produção na avicultura, suinocultura e também na indústria. Bom Princípio, que tem grande produção na agricultura e também na indústria, é outro município que vem se destacando. Os demais, como São José do Sul, Maratá e Harmonia, têm sua base na produção primária.

No Estado, o município de Triunfo está no topo do ranking do PIB per capita devido ao retorno econômico do Polo Petroquímico. Montenegro, que é vizinho de Triunfo, busca ampliação neste setor através da instalação do Polo da Química, que já tem várias empresas interessadas e deve gerar um incremento de empregos e receita. Atualmente Montenegro tem um PIB de R$ 3.301.681.258, tendo subido seis posições no ranking estadual.

O Caí ocupa apenas a 15ª colocação no ranking do PIB per capita da região. O PIB de 2017 foi de R$ 631.810.854,00, sendo o 105º no Estado. Mas o município vem buscando novos investimentos para aumentar a geração de empregos e renda, o que deve surtir em bons resultados nos próximos anos.

Portão é o segundo PIB da região com R$ 1.077.214.477,00. Bom Princípio está em quarto lugar no Vale do Caí e 119º no Rio Grande do Sul com R$ 534.970.435,00. Depois vem Tupandi, que é 138º no Estado com PIB de R$ 415.872.109,00. Após vem a Feliz, que é 142º no Estado com R$ 402.873.728,00. Salvador do Sul, na posição estadual 175º, tem PIB R$ 282.987.315,00. Já Capela de Santana, com PIB de R$ 197.605.682,00, é o 224º no Estado. Depois vem Barão, na posição 250º e PIB R$ 173.470.471,00. Harmonia, com PIB R$ 160.014.679,00, está em 264º no Estado. Vale Real é o 296º com PIB R$ 130.698.589,00. Após vem São José do Hortêncio com PIB R$ 122.892.331,00 e posição estadual 306º. Maratá, com PIB R$ 92.294.841,00, é o 364º no Rio Grande do Sul. Já Pareci Novo, com PIB de R$ 88.120.353,00, é o 373º. No 378º lugar no Estado está Brochier com PIB R$ 86.883.183,00. Alto Feliz, com PIB R$ 84.070.477,00, é o 385º. São José do Sul, com PIB de R$ 80.787.371,00, é o 397º no Estado. Já São Pedro da Serra está na posição 415º com PIB de R$ 71.854.618,00. São Vendelino é o penúltimo na região e 433º no Estado com PIB de R$ 64.027.541,00. E em último no Vale do Caí está Linha Nova, que é 479º no Estado, com PIB de R$ 46.469.648,00.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here