Levantamento do Departamento de Economia e Estatística, vinculado à Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base em 2018, aponta que dez municípios concentram 41,49% do Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Sul. Entre as dez principais cidades estão Porto Alegre, Caxias do Sul, Canoas, Gravataí, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Novo Hamburgo, Passo Fundo, São Leopoldo e Triunfo. As quatro primeiras cidades também estão no ranking das cem maiores economias do país.

O PIB representa a soma de todos os bens e serviços finais produzidos, sendo um dos indicadores mais utilizados para ver a economia de cada cidade, Estado ou país. O setor de serviços aparece como a principal atividade na maioria das cidades gaúchas (75,7%), seguido da agropecuária (18,1%) e indústria (6,2%). No PIB per capita, resultante da renda do município dividida pela população, Triunfo, que sedia o Pólo Petroquímico, aparece em primeiro no Estado.

Tupandi em primeiro

No Vale do Caí a melhor posição é novamente de Tupandi, que figura em 8º lugar no Rio Grande do Sul e 78º no país, com PIB per capita de R$ 105.038,43. Do outro lado da tabela, Brochier teve o menor resultado em 2018 na região, com R$ 16.588,07, seguido de Capela de Santana com R$ 17.164,57.

Para se ter uma idéia, Brochier e Tupandi tem praticamente a mesma população, de em torno de 5 mil habitantes, mas a diferença de PIB entre os dois é de mais de 600%. Tupandi, que é um dos municípios que mais se desenvolveu no Estado e no país nos últimos anos, investiu forte na agricultura, como produção de aves e suínos, mas também na indústria, tendo uma das maiores indústrias de móveis da América Latina.

Bom Princípio tem o maior crescimento

Bom Princípio é o município que vem tendo maior crescimento na região. Isso foi comprovado nesta última semana pela divulgação do PIB. Bom Princípio teve 18,14% de crescimento, o maior da região. Em 2017 o PIB bom-principiense foi de R$ 551 milhões e no ano seguinte subiu para 650 milhões de reais. Portanto, em um ano foram gerados cem milhões de reais a mais no município. Bom Princípio tem se caracterizado pela diversificação de sua economia, incluindo indústria, serviços, agricultura e comércio.

Maior município do Vale do Caí, Montenegro também teve um bom crescimento no seu PIB, com aumento de 15,29%. Ficou atrás só de Bom Princípio. O município, que tem grandes indústrias, está entre os vinte maiores PIB’s do Estado. Montenegro é o 14º no ranking dos mais industrializados do Rio Grande do Sul, mas caiu algumas posições com relação a produção agrícola. Barão foi outro que se destacou, com crescimento de 14,10%, seguido de Tupandi e São Vendelino.

O Caí, mesmo não tendo o mesmo desempenho de Bom Princípio e Montenegro, obteve uma evolução considerável, com um aumento de 9,32%, ocupando a sétima colocação quanto ao crescimento, ficando logo atrás de Portão.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here