A empresa paralisou atividades por alguns dias, mas volta a contratar /Renato Klein/FN

A crise econômica é grande e está difícil conseguir um bom emprego. Por isso é grande a preocupação quando acontece o fechamento de uma empresa. Ainda mais em cidades pequenas, como o Caí. E foi isso o que aconteceu com a fábrica de calçados Qix, instalada na Vila Progresso.

O grande prédio da empresa – situado na rua das Pitangueiras, está fechado já há alguns dias. Porém, a situação não chega a ser dramática. Depois de uma rápida interrupção, a empresa vai voltar à atividade nos próximos dias.

Para iniciar uma nova etapa, a Qix demitiu todos os seus funcionários (120), mas ela vai reativar as suas atividades nos próximos dias.

O recomeço não será no mesmo rítmo de produção que teve em anos passados, mas a empresa vai continuar funcionando e, inclusive, tem vagas abertas para emprego.

Tendo iniciado suas atividades no Caí em 2004, a Qix chegou a empregar perto de 400 funcionários.

A admissão de novos funcionários começará nesta próxima segunda-feira e o número de contratados será, inicialmente, de 50 a 55 funcionários.

Os interessados em emprego podem entrarar em contato com a empresa pelo telefone 3635-0242 nos horários de 8:00 às 12:00 e das 13:00 às 17:30 horas.

Com um novo administrador para a produção da empresa, a Qix espera entrar numa nova fase de crescimento nas suas atividades.

2 COMENTÁRIOS

  1. O crime de este tipo e espancamento NÃO aconteceu as 9horas e sim as 6 horas
    Porque o jornal fato novo NÃO se informa melhor
    A polícia chegou sim as 9 horas
    Mas o crime foi 3 horas antes

Deixe uma resposta para JULIANE ARALDI Cancelar resposta

Deixe um comentário
Please enter your name here