Prefeito Clóvis Duarte expressa apoio total do Município de São Sebastião do Caí as demandas da Emater /Prefeitura/Divulgação

Colocar publicamente a realidade e debater formas de estancar a redução sistemática do orçamento anual da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Essa foi a temática de uma audiência pública da Comissão de Agricultura, Pecuária Abastecimento da Assembleia Legislativa, ocorrida na manhã de ontem, dia 27, na sede do parlamento gaúcho em Porto Alegre.

O encontro teve a presença dos deputados estaduais integrantes da comissão, do presidente da Emater Geraldo Sandri, e de prefeitos de várias partes do Estado. São Sebastião do Caí esteve presente através do prefeito Clóvis Duarte. “Foi muito bom vir e saber mais dos números reais da Emater. Somos a Terra da Bergamota e um dos maiores produtores de citros e flores do Estado em grande parte pelo trabalho fundamental que os técnicos da Emater fazem junto aos nossos produtores. Por tudo isso, a Emater tem o apoio incondicional de São Sebastião do Caí”, afirmou Duarte em pronunciamento.

De acordo com os dados divulgados, o orçamento da empresa estatal era de R$ 213 milhões em 2007 e vem sendo reduzido anualmente. Este ano, o recurso destinado para os desenvolvimento do trabalho é R$ 167 milhões. “A Emater atende hoje mais de 200 mil famílias gaúchas em 494 municípios e, em breve, chegaremos aos 497 municípios do Estado, atingindo 100% do Rio Grande do Sul. Porém, o convênio com o Estado se encerra em dezembro e ainda temos de lutar para manutenção do caráter de filantropia. Por todos esses aspectos estamos aqui buscando apoio das comunidades”, destacou o presidente Geraldo Sandri.

Mesa dos deputados integrantes da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia /Prefeitura/Divulgação

Estado responde por 70% dos recursos

A Emater está presente hoje em 494 dos 497 municípios do Rio Grande do Sul e conta com 2.135 colaboradores em todo o Estado. A estrutura conta, além dos escritórios locais com corpo técnico, com sete unidades de cooperativismo, oito centros de treinamento e 40 unidades de certificação.

Em São Sebastião do Caí, o escritório local foi reforçado em 2017 com a chegada de uma extensionista social rural, que trabalha hoje diretamente com as mulheres e famílias dos produtores em todos o interior do município. Do orçamento de R$ 167 milhões previsto para 2019, 70% desses recursos vêm do Estado, 15% das prefeituras, 8% de convênios diversos e 7% da União. “Por isso nos preocupa tanto a redução permanente do orçamento e o vencimento do convênio com o governo estadual no final do ano”, ressalta o presidente da Emater Geraldo Sandri.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here