Após acidente, Ilton e a esposa Stefany foram internados no Hospital Montenegro - Crédito: Facebook

O casal que sofreu um grave acidente em São Sebastião do Caí na noite do feriado de sexta-feira santa, dia 19, continua internado no Hospital Montenegro.

Acidente foi na noite do feriado de sexta-feira santa na RS 122
– Crédito: Bombeiros do Caí

Ilton Cesar de Oliveira, o “Preto”, servidor público da Prefeitura de Estância Velha, e sua esposa Stefany Braga Silveira, foram removidos do Hospital Sagrada Família, do Caí, para o Hospital Montenegro devido a gravidade das lesões. Stefany, de 27 anos, que estaria dirigindo o Voyage, passou por cirurgia na manhã de sábado, nos dois braços devido às lesões nos punhos. Ela é gerente de uma farmácia em Estância Velha. Já Ilton está em estado bastante grave. Após passar por cirurgia na última terça-feira, em razão de uma lesão abdominal no peritônio. está internado na UTI. Foi constatado que tinha uma microse no intestino, que teve que ser removida. Encontra-se em coma induzido.

Em postagem no seu facebook, Stefany informou que o estado do marido acabou se agravando. “Peço a ajuda de cada um de vocês para orar por ele. Independentemente de sua religião, todos nós viemos de um só Deus. Vamos orar pelo “Preto”. Conto com a sua ajuda”, escreveu ela.

O Voyage foi atingido por um Ford Focus com placas da Feliz, conduzido por Valderi Hoesnei Busanelo, de 33 anos. Valderi foi encaminhado ao Hospital do Caí, onde teve alta, e depois, em razão das dores, procurou o Hospital Schlatter, da Feliz.

O acidente ocorreu por volta de 19h45 na altura do quilômetro 12, próximo ao Restaurante Di Variani, no bairro Angico. Os dois carros ficaram destruídos. As vítimas foram socorridas pelos Bombeiros Voluntários Caienses, EGR e Samu. Conforme a Polícia Rodoviária Estadual, o Focus trafegava no sentido Caí/Bom Princípio, quando teria perdido a direção, atravessado o canteiro central e invadido a pista contrária, onde ocorreu o choque com o Voyage. As circunstâncias do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here