Leitor registrou em vídeo a intensidade do fogo no incêndio na margem da RS 122 na madrugada de hoje - Crédito: Juliano Matheus Mertins

O leitor Juliano Matheus Mertins estava passando pela RS 122, altura do bairro São Martim, em São Sebastião do Caí, no início da madrugada desta quarta-feira, dia 1º de janeiro, quando registrou em vídeo e fotos a intensidade do grande inc~endio que ocorreu numa empresa artefatos de madeira (pallets).

Juliano passava pelo local em torno de 1h da madrugada. Os bombeiros do Caí foram chamados por volta de meia hora e depois começaram a chegar também outras corporações. O trabalho dos bombeiros prosseguiu até 8 e meia da manhã de hoje, com dez caminhão, de cinco corporações de bombeiros voluntários e militares de oito cidades. Um total de 35 bombeiros trabalharam, utilizando cerca de 400 mil litros de água.

Segundo informações de populares, a causa do incêndio teria sido fagulhas de fogos de artifício.

A empresa teve perda total, mas os bombeiros, além de apagarem o fogo, conseguiram evitar que as chamas atingissem várias residências próximas e outra empresa vizinha. Assim como aconteceu no dia de Natal num incêndio em depósito de empresa no Vale do Hermes, na Feliz, mais uma vez os bombeiros da região deixaram de estar confraternizando com familiares e amigos, para socorrer quem precisa e evitar danos ainda maiores.

1 COMENTÁRIO

  1. Precisam ficar melhor esclarecidas as causas do incêndio. Se foram fagulhas de fogos de artifício, é sinal de que qualquer imovel está correndo perigo, pois não há controle sobre o que acontece depois que é aceso. As pessoas não estão cientes do que pode acontecer. Aliás, muito pouco é esclarecido ao cidadão sobre as consequências de se usar fogos de artificio, né? Sempre foi tratado como uma coisa normal. Mas não é !!!! É um perigo constante. Estamos aguardando esclarecimentos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here