A sessão ocorreu no dia 15 mas repercutiu na última segunda-feira através das redes sociais Reprodução/Facebook

O PMDB está no comando do governo municipal através do prefeito Clovis Duarte, que é do partido.

Além disso esse mesmo partido controla a Câmara Municipal, pois tem cinco dos nove vereadores. Se todos os vereadores peemedebistas votarem unidos, sempre vencerão qualquer votação realizada na Câmara.

E foi isso que aconteceu na sessão da semana passada, dia 15 de abril.

Antes da sessão da Câmara, a vereadora do PSDB, Marília Leão Fortes, consultou o Portal de Transparência, que é um site de acesso livre, no qual qualquer cidadão pode encontrar informações sobre como o dinheiro público é utilizado, além de se informar sobre assuntos relacionados à gestão pública. Através do Portal, Marília tentou obter a informação de quanto ganham os funcionários municipais de diversas categorias. Mas não teve êxito porque, no site, só aparece o valor básico dos salários, sem os acréscimos de horas extras e cargos de confiança.

Então, na noite da sessão na Câmara, dia 15, a vereadora Marília colocou em votação um pedido de esclarecimento sobre detalhes dos vencimentos de todos os funcionários públicos.

Mas, para isso, ela precisava do apoio da maioria dos vereadores. Os cinco vereadores do PMDB (Ladi dos Santos, Cléber Schroeder, Alexsandro Dutra, Cláudio Becker e Alex Meireles) se posicionaram contra a solicitação de informações pretendida pela vereadora.
Os vereadores dos partidos de oposição são apenas quatro (Roque Schröder, Elson Lopes, Tácio e Marília) e, portanto, não tiveram como garantir o envio do requerimento à prefeitura solicitando a informação quanto ao valor exato dos salários pagos aos funcionários municipais.

Todas as sessões da câmara de vereadores caiense são transmitidas e gravadas, podendo ser acompanhadas no Facebook, acessíveis a qualquer hora por quem se interessar.
Mesmo assim, levou uma semana para que o caso ganhasse repercussão nas redes sociais. Na manhã de ontem, milhares de caienses recebiam em seus celulares o vídeo da sessão e compartilhavam demonstrando insatisfação com a decisão tomada pelos vereadores do PMDB.

A administração informou que a vereadora esteve na manhã de segunda-feira, dia 22, na Prefeitura, quando foi atendida pelo prefeito Clóvis Duarte e pelo Setor de RH do município. Ela foi então orientada a fazer um protocolo de solicitação das informações, assim como qualquer cidadão pode fazer no atendimento da prefeitura. Com o protocolo efetivado, o município tem prazo de 10 dias úteis para fornecer as informações.

O prefeito Clóvis Duarte não se manifesta sobre a votação na Câmara e a conduta dos vereadores, ocorrida no dia 15, destacando que sempre teve a transparência como política de governo e que orientou os servidores do Executivo a repassarem todas as informações a serem solicitadas pela vereadora assim que o protocolo for feito.

A reportagem falou com a vereadora Marília que disse que fará o protocolo hoje, quarta-feira.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here