Reprodução/FN

O velório de Marcelino André da Silveira, o taxista André, assassinado no domingo, deve iniciar por volta de 2h da madrugada desta segunda-feira, na Capela Mortuária São João, sala E, da Funerária Vargas. O sepultamento está marcado para as 11h da manhã do feriado desta segunda-feira, dia 12, no Cemitério Municipal de Montenegro.

André Silveira tinha 53 anos e antes de ser taxista trabalhou como policial militar
– Reprodução/FN

A morte de André, de 53 anos, está causando grande repercussão e consternação na comunidade montenegrina, já que ele era bastante conhecido e estimado. Ele trabalhou por muito tempo como policial militar e nos últimos anos era taxista, tendo seu ponto junto à estação rodoviária de Montenegro. Deixa esposa, filhos, demais familiares e muitos amigos.

O crime

Ainda pela madrugada de domingo, por volta de 5h, o seu táxi, um automóvel Virtus, foi localizado pela Guarda Municipal próximo da creche do bairro Santo Antônio. O carro estava com muitas marcas de sangue, principalmente junto ao porta-malas. A Brigada Militar foi acionada e isolou o local para a realização de perícia e levantamento da Polícia.

Táxi foi encontrado no bairro Santo Antônio e o corpo em Alfama
– Crédito: Polícia Civil

Cerca de três horas depois, o corpo de André foi encontrado na Estrada João Kranz, da localidade de Alfama, no interior de Montenegro. Apresentava cortes de faca nas costas e pescoço. A Brigada também isolou o local para a perícia. E depois o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para a necropsia.

A principal suspeita da Polícia é de latrocínio (matar para roubar), pois o celular e alguns pertences pessoais do taxista teriam sido roubados. Mas no seu bolso foi encontrado dinheiro. Anos atrás André chegou a ser vítima de uma tentativa de roubo, quando desarmou o assaltante e o prendeu, aproveitando a experiência da época que era brigadiano.

A Polícia Civil investiga o crime, buscando pistas como imagens e informações que possam levar ao autor ou autores do homicídio. Qualquer informação, mesmo de maneira anônima, pode ser passada para os telefones 197, 3649 0000, 190 ou 3632 1111.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here