Penitenciária do Pesqueiro, em Montenegro, tem cerca de 1800 presos, grande parte do Vale do Sinos - Arquivo/FN

Sobre um apenado de 47 anos, que morreu na Penitenciária Estadual de Montenegro, situada na localidade de Pesqueiro, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) esclarece que ele tinha sido diagnosticado com Covid-19, mas faleceu em decorrência de suicídio enquanto se encontrava em isolamento preventivo.

De acordo com a Susepe, o preso vinha recebendo atendimento psiquiátrico, desde 30 de abril, devido ao quadro depressivo. Tinha inclusive reconsulta marcada para a próxima semana para reavaliação. Estava sendo monitorado diariamente na cela pela UBS Prisional. Quanto ao Covid-19, não apresentava sintomas, mas em teste rápido realizado na última segunda-feira, dia 8, foi diagnosticado positivo para coronavírus.

Segundo a Polícia Civil, que investiga o caso, na quarta-feira, dia 10, em torno de 18h15, agentes encontraram o apenado caído na cela de isolamento, sendo constatado que já se encontrava sem vida. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) devido a suspeita que tenha retirado a própria vida. Pelo levantamento, conforme a Polícia Civil, a morte foi decorrente de enforcamento.

A Susepe garante que foram adotados todos os protocolos necessários para evitar o contágio do coronavírus. Conforme informações, dos mais de 39 mil presos do sistema penitenciário gaúcho, apenas três testaram positivo para Covid-19.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here