Crédito: Reprodução/FN

O velório de José Mallmann “Sep”, 68 anos, vítima de atropelamento no final da tarde da quarta-feira, na BR 470, deverá será realizado a partir das 17h dessa quinta-feira, na capela da Funerária Forneck, no centro de Salvador do Sul, com restrições de acompanhamento. O sepultamento está programado para as 9h30 de amanhã, sexta-feira, no cemitério católico da cidade.

O acidente aconteceu na altura do KM 254 da rodovia, na divisa de Salvador e São Pedro, a menos de 500 metros da residência de Mallmann. Ele caminhava às margens da rodovia quando foi atingido por uma van branca. O motorista, contudo, não prestou socorro, o que causou grande revolta entre familiares e amigos do idoso. O homem que estaria conduzindo o veículo se apresentou à Polícia Civil ainda na noite de ontem.

Um dos filhos da vítima, André Inácio Mallmann, instrutor no Centro de Formação de Condutores da cidade, fez um forte desabafo sobre a tragédia no Facebook. “O motorista fugiu e não prestou assistência ao meu pai. Infelizmente, ele já foi encontrado sem vida. Caso contrário, poderíamos ter salvo ele”, lamentou. Até a manhã dessa quinta, a postagem já havia recebido mais de 700 comentários.

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Salvador do Sul e São Pedro da Serra chegou ao local do acidente por volta das 17h, confirmou o óbito do homem e isolou a área até a chegada da polícia. Uma equipe do IGP realizou perícia no local e o corpo foi encaminhado ao PML de Bento Gonçalves.

Sep era muito conhecido entre os salvadorenses por ser extremamente trabalhador, tendo colaborado com diversas entidades e clubes locais e da região. A Sociedade União Salvadorense (SUS) emitiu uma nota de pesar, lembrando a disposição e dedicação do idoso nos eventos promovidos.

Com a esposa, Lúcia Maria Mallmann, ele teve três filhos, André, Maria Margarete e Maria Janete, além de três netos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here