Professor Adriano Persch está feliz com a recuperação de seu instrumento - Facebook/Reprodução

Uma ótima notícia. Na noite de ontem, quarta-feira, dia 15, foi recuperado em Caxias do Sul o acordeon do professor de música Adriano Persch. “É uma felicidade muito grande. O instrumento está inteiro, sem nenhuma avaria, em perfeitas condições”, comemora Adriano, de 45 anos. “Agora sábado já vou usar numa atividade do Quinteto Persch, às 10h da manhã, quando vamos participar de um programa de rádio, ao vivo, na UFRGS, em Porto Alegre”, completa.

Acordeon estava em Caxias do Sul, mas ainda falta recuperar carro e televisores furtados
– Reprodução/FN

Adriano conta que ontem recebeu uma ligação não identificada, informando que o instrumento estava em Caxias do Sul. “Conseguimos que o instrumento fosse deixado na casa de um músico e consegui pegar ele”, diz, ainda esperando também que possam ser recuperados o seu automóvel e televisores que foram furtados em sua casa no último dia 6 de maio, no bairro Santa Teresinha, em Bom Princípio. “Agradeço a divulgação na imprensa, que foi fundamental. Fiquei espantado com toda a repercussão”, declara.

Fundador do Quinteto Persch, grupo renomado de acordeonistas que está completando vinte anos, Adriano retornava das aulas que ministra na Fundarte, em Montenegro, quando encontrou em Bom Princípio a sua casa arrombada. Além de um automóvel Fiat Uno ano 2008 e de dois televisores, o mais lamentável foi o furto de seu acordeon, que é seu instrumento de trabalho e que tem um grande valor sentimental, tendo sido conquistado com muito sacrifício. Trata-se de um acordeon Pigini modelo 58P, com 47 teclas e sistema converter de baixos livres. É um instrumento raro e não existem muitos iguais no Estado. O valor estimado do instrumento é de cerca de 40 mil reais. Já o Fiat Uno é de cor cinza e placas IOL 0561.

A Brigada Militar foi informada e na mesma noite realizou buscas, mas os acusados e objetos não foram localizados. Agora felizmente o acordeon foi recuperado. Conforme o delegado Marcos Eduardo Pepe, de Bom Princípio, a Polícia Civil intensificou as investigações na região de Caxias do Sul, onde tinha uma pista de que o instrumento teria sido visto. “O cerco estava apertando e acabaram deixando o acordeon na casa de um músico conhecido da vítima. Continuamos a investigação para tentar recuperar também o carro e os televisores, além de chegar nos acusados”, destaca o delegado. Também estão sendo investigados outros furtos que ocorreram em Santa Teresinha. Qualquer informação, mesmo de maneira anônima, pode ser passada para o 190 da Brigada Militar ou para a Polícia Civil no 3634 1234.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here