Ação do Ministério Público teve o apoio da Brigada Militar hoje no centro de Montenegro - Reprodução/FN

O Ministério Público cumpriu na tarde desta quinta-feira, 28 de novembro, com o apoio da Brigada Militar, mandado de busca e apreensão na Escola de Educação Infantil Jeito de Mãe, situada no centro de Montenegro. A creche particular foi fechada na semana passada após denúncias de maus-tratos em bebês.

A Promotoria de Justiça Especializada, por meio da titular, Rafaela Hias Moreira Huergo, havia recebido a informação de que os proprietários poderiam ter abandonado o imóvel. A Justiça atendeu ao pedido de mandado da promotora de Justiça Daniela Tavares da Silva Tobaldini, no âmbito criminal. Foram coletados no local materiais para subsidiar as investigações.

Conforme a promotora Daniela, foram coletados indícios para apurar as denúncias de irregularidades que chegaram ao Ministério Público. “Temos duas investigações em andamento, uma do ponto de vista criminal, que visa apurar se realmente ocorreram os maus-tratos, e a outra no sentido de proteger as crianças e verificar se existem medidas para impedir que venham a reabrir a creche e voltem a trabalhar com este tipo de público”, destaca.

A promotora diz que no início das diligências se buscou contato com os investigados, mas seus celulares estavam indisponíveis. “De acordo com informações que recebemos eles não se encontram mais na cidade”, afirma. Sobre o que foi verificado no local, a promotora cita que foram constatadas algumas situações preocupantes, mas não entrou em detalhes para não prejudicar as investigações. Mas informou que foram apreendidos pendrives e alguns documentos, que ainda serão analisados. “Estamos preocupados e atentos. Está ainda num estágio inicial de investigação e não se tem como definir quais os crimes que foram definidos. O Ministério Público está tomando providências para apurar e responsabilizar”, completa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here