Telefones estavam escondidos num fundo falso de uma caixa de ferramentas - Crédito: Susepe

Na última terça-feira, 1º de setembro, durante a revista dos materiais de um prestador de serviços para a Penitenciária Modulada de Montenegro, agentes penitenciários flagraram dentro das caixas de ferramentas um fundo falso escondendo 18 aparelhos celulares, 20 chips e 60 resistências de energia elétrica.

Dois celulares e drogas também estavam escondidos num compressor
– Crédito: Susepe

A inspeção também aconteceu no veículo da empresa onde estavam escondidos num compressor com sinais de adulteração na estrutura, mais dois aparelhos celulares novos, um relógio Smart Watch e vários invólucros de substância esverdeada similar a maconha.

O homem recebeu voz de prisão dos agentes penitenciários e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro para registro do boletim de ocorrência. Conforme informações da direção da casa prisional, ele aguarda vaga no sistema prisional.

O delegado penitenciário regional da 1ª Delegacia Penitenciária (Vale dos Sinos e Litoral), Benhur Calderon, e o diretor da Penitenciária, Edson Neves, destacam a inclusão social como meta de trabalho, visando a não reincidência no crime. Contudo, ambos gestores frisaram que, o impedimento da entrada de ilícitos no estabelecimento prisional é um fator determinante para contribuir com a segurança de todos, evitando uso de celulares entre apenados.”A atuação dos servidores da Penitenciária tem sido exemplar e exitosa no combate ao crime. Estão de parabéns”, informou Neves.

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here