Operação Feliz Mano Novo cumpriu mandados na Penitenciária de Montenegro e em mais sete cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina - Crédito: Polícia Civil

A Polícia Civil de Santa Catarina desencadeou nesta sexta-feira, dia 10, a Operação Feliz Mano Novo, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. A ação foi realizada para coibir organização criminosa do Rio Grande do Sul que começou a atuar no Extremo Sul de Santa Catarina nos crimes de tráfico de drogas, roubos e homicídios. Foram cumpridos 18 mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça e uma pessoa foi presa em flagrante, totalizando 19 presos.

Segundo o delegado responsável pela investigação, Luis Otávio Pohlmann, também foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão, onde foram apreendidos arma, drogas (cocaína e crack) e dinheiro. As diligências foram cumpridas nos municípios de Sombrio/SC, Balneário Gaivota/SC, Santa Rosa do Sul/SC, Araranguá/SC, Torres/RS, Osório/RS e Montenegro/RS e Santa Maria/RS. As diligências de Torres/RS e Santa Maria/RS foram cumpridas por policiais civis das respectivas cidades. Em relação às diligências de Osório/RS e Montenegro/RS os mandados foram cumpridos por agentes da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), pois as buscas teriam ocorrido no interior das penitenciárias moduladas, envolvendo indivíduos que já se encontravam presos.

De acordo com o delegado Pohlmann, o chefe do grupo estava recolhido na Penitenciária Estadual de Montenegro, onde comandava toda a situação em Sombrio, com os seus subordinados. A Modulada de Montenegro fica na localidade do Pesqueiro. Segundo a Polícia, as ordens eram passadas tanto para sua companheira, por telefone, como pessoalmente, e ela fazia o elo de ligação com a região catarinense.

Além do crime de organização criminosa, os investigados deverão ser indiciados por cinco homicídios, tráfico de drogas e assaltos.

A operação mobilizou 100 policiais, sendo (60 policiais civis catarinenses – DRP de Criciúma/SC e unidades Policiais, DIC, 1ª DP, CPP, DPCAMI Araranguá/SC, DPs Balneário Arroio do Silva/SC, Balneário Gaivota/SC, Sombrio/SC, Turvo/SC, Timbé do Sul/SC, Jacinto Machado/SC, Santa Rosa do Sul/SC, São João do Sul/SC, Praia Grande/SC, Maracajá/SC, Passo de Torres/SC – 20 policiais civis gaúchos e 20 policiais militares catarinenses). Também foram empregados 20 viaturas policiais, o SAER e o Canil da Polícia Militar.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here