Buscas ocorreram ontem em São José do Hortêncio, com a apreensão de 11 pássaros silvestres em gaiolas - Crédito: Polícia Civil

A Polícia Civil, sob comando do delegado de Bom Princípio, Marcos Eduardo Pepe, realizou buscas ontem, sexta-feira, em uma residência de São José do Hortêncio. A operação buscava localizar o papagaio Scholi, furtado em janeiro deste ano durante um arrombamento na casa de uma ex-vereadora em Hortêncio.

Scholi não foi localizado, mas a Polícia encontrou 11 pássaros silvestres, de diversas espécies, como cardeal, trinca-ferro, azulão, entre outros, que estavam em diversas gaiolas. O morador, de 32 anos, foi detido pela captura dos animais silvestres. Ele já tinha antecedentes criminais por furto, porte de arma e tráfico de drogas.

Papagaio Scholi, de 5 anos, furtado em janeiro, tem anilha com número do registro no Ibama e ainda não foi encontrado
– Reprodução/FN

Conforme o delegado, foi descoberto que o acusado capturava os pássaros num matagal atrás de sua casa. Também foram encontradas jóias reconhecidas pela vítima do furto em janeiro, quando foi levado da residência da ex-vereadora o seu papagaio e outros pertences, como eletrodomésticos, roupas e até carne. O que mais a família busca é a recuperação de Scholi, o papagaio falante de 5 anos, registrado no Ibama, que só comia na mão da dona. Uma campanha foi lançada pela família através das redes sociais – #todospeloscholi, buscando encontrar o papagaio, mas até o momento ele não foi localizado. Com a prisão e indícios encontrados na casa, a Polícia espera chegar aos autores e aumenta a esperança de descobrir o paradeiro de Scholi.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here