Juliana Foza foi morta a facadas em Esteio e o namorado foi preso em Gravataí - Reprodução/FN

Na última segunda-feira, em Gravataí, foi preso um indivíduo de 22 anos, que era namorado da montenegrina Juliana Oliveira Foza. A jovem, de 19 anos, foi encontrada morta no último dia 2 de junho, domingo retrasado, num matagal de Esteio, com marcas de facadas pelo corpo.

Juliana era moradora do bairro Santo Antônio, em Montenegro. O velório e sepultamento ocorreram em Montenegro no dia 4 de junho.

Uma semana após o crime, o principal suspeito foi preso na casa de familiares. O acusado, morador de Canoas e que não teve o nome divulgado, foi preso preventivamente pela Polícia Civil. Pelo que apurou a Polícia, ele é suspeito de ter matado a namorada durante uma discussão, quando saiam de uma festa, na madrugada de 1º de junho, um sábado. Depois da festa, o casal teria ido beber num bar em Porto Alegre. No retorno teriam discutido, quando Juliana teria sido esfaqueada e seu corpo foi largado num mato perto do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, onde no dia seguinte foi encontrado o corpo por um carroceiro que passava pelo local. Conforme a perícia, o corpo apresentava pelo menos três marcas de facadas no peito.

Deixe seu comentário