Operação Capital ocorreu hoje pela manhã - Crédito: Polícia Civil

A Delegacia de Barão, com apoio de policiais civis das Delegacias Regional, da Mulher (DEAM) e das cidades de Montenegro, Salvador do Sul, Brochier, Pareci Novo, São Sebastião do Caí, São José do Hortêncio, Vale Real, Triunfo, Caxias do Sul, Carlos Barbosa e Garibaldi, na manhã desta sexta-feira, 3 de maio, efetivaram a prisão de dois suspeitos de sequestro, roubo e extorsão. Também foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, incluindo documentos recolhidos, em medidas cautelares obtidas no decorrer de investigação qualificada que apura o crime praticado no último dia 5 de abril na localidade de Arroio Canoas, no interior de Barão.

No total cerca de 30 policiais participaram da Operação Capital. As duas prisões, dos acusados de 45 e 55 anos de idade, ocorreram no município de Carlos Barbosa. Um dos presos seria o mandante do crime e o outro participou da execução. A vítima de sequestro foi um empresário  do ramo metalúrgico que informou ter sido rendido por quatro criminosos. Ele foi chamado ao local para fazer o orçamento de um serviço, quando acabou sendo rendido por indivíduos armados e encapuzados que o ameaçaram de morte, assim como seus familiares, caso não recebessem dinheiro pelo resgate. Foi deixado posteriormente numa casa desabitada em Arroio Canoas. O empresário é dono de empresas em Carlos Barbosa e Barão. Não foram informados nomes dos envolvidos por se tratar de prisão temporária de suspeitos e para não prejudicar a investigação. A dupla foi encaminhada para a Penitenciária Estadual de Montenegro.

Além de Carlos Barbosa, foram cumpridos mandados também em Garibaldi. Outros suspeitos também estão sendo investigados.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here