Um Sandero batido (foto) foi apreendido e além da moto teria mais a participação de uma Duster - Crédito: Polícia Civil

A Polícia Civil de São Sebastião do Caí segue investigando as circunstâncias do gravíssimo acidente ocorrido no início da noite de sábado retrasado, dia 13, na altura do quilômetro 19 da RS 122, no bairro Rio Branco, que resultou na morte dos dois ocupantes de uma moto.

Carlos Eduardo Klein, o Dudu ou Zóio, e Matheus Alves, estavam na moto que foi atingida na RS 122
– Facebook/Reprodução

Uma das vítimas, Matheus Kulman Alves Gorziza, de 25 anos, morreu no local. Ele era morador de Bom Princípio, mas antes residiu no Caí e na Feliz. Foi sepultado na segunda-feira da semana passada no Cemitério Municipal de São Sebastião do Caí. A outra vítima foi Carlos Eduardo Schmitt Klein, o Dudu ou Zóio, de 24 anos, que faleceu no dia seguinte ao acidente, domingo, no Hospital de Pronto Socorro, em Canoas, para onde foi removido pelo Samu após ter sido atendido inicialmente na UPA de Bom Princípio. Ele residia no bairro Rio Branco, do Caí, onde foi sepultado na terça-feira da última semana. Ambos eram muito conhecidos, principalmente pela atuação em clubes de futebol de Bom Princípio e da região.

Conforme informações dos Bombeiros Voluntários Caienses e da Polícia Rodoviária Estadual, que atenderam a ocorrência, a moto ficou destruída e acabou se incendiando. Mesmo com os vestígios de colisão, estranhamente não foi encontrado mais nenhum veículo no local do acidente. Equipes da Polícia Civil e da Perícia fizeram o levantamento do local. Foi encontrado próximo pedaços de uma Renault Duster.

A Polícia passou a tomar depoimentos e analisar imagens de câmeras de segurança. Conforme a delegada Cleusa Spinatto, que comanda a investigação, foi apreendido um automóvel Renault Sandero, que estava batido. Segundo foi apurado pela Polícia, o Sandero tinha sido deixado numa revenda de veículos. Portanto, teria sido vendido, mas a documentação ainda estaria no nome do antigo proprietário, que não tem envolvimento no fato. Sobre a Duster, a Polícia também segue investigando o seu envolvimento. De acordo com a delegada, os dois motoristas acusados de participação no acidente e que fugiram do local já foram identificados. “Continuam as investigações para apurar as circunstâncias dos fatos”, afirma doutora Cleusa. Não foram divulgados maiores detalhes sobre os acusados e as circunstâncias do acidente para não prejudicar as investigações. Caso seja comprovada a culpa dos condutores, eles poderão responder por homicídio de trânsito, com os agravantes de fuga do local do acidente e omissão de socorro.

A Polícia alerta para as pessoas não divulgarem em redes sociais fotos de supostamente acusados, sob o risco de serem responsabilizados. Quem tiver mais informações e imagens que possam auxiliar na investigação deve entrar em contato direto com a Delegacia de Polícia através dos telefones 3635 1020, 3635 4829 ou 985859943.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here