Um homem morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas na madrugada de hoje - Reprodução/FN

A Polícia Civil está investigando o bárbaro crime ocorrido no início da madrugada de hoje, sexta-feira, por volta de meia hora, no município de Vale Real.

Por volta de meia hora, anunciando que eram policiais, dois indivíduos usando toucas tipo ninja chegaram numa casa da Rua Pedro Melo, no bairro Vila Nova, conhecido como região do Britador. As pessoas que estavam na residência foram obrigadas a ficar de joelho na sala.

Andrio Silva tinha 37 anos
– Reprodução/FN

Os criminosos teriam perguntado por Matheus de Freitas Pinzon, de 20 anos. Seu padrasto Andrio Vinícius Silveira da Silva, de 37 anos, tentou proteger o enteado e acabou sendo alvejado por vários tiros, vindo a morrer no local. O corpo de Andrio caiu sobre Matheus, o qual também levou vários disparos e ficou desacordado. A mãe dele, Karen Lemes de Freitas, de 38 anos, esposa de Andrio, que foi quem avisou a Brigada Militar, ficou ferida na cintura, costa e pé. Já a namorada de Matheus, de 17 anos, foi atingida nas costas. Uma filha de Karen, de 19 anos, também estava no local e teria ficado ferida com estilhaços.

As vítimas foram socorridas pelo Samu e ambulância da Prefeitura, sendo levadas ao Hospital Schlatter, da Feliz. Devido à gravidade, Mateus foi removido para Caxias do Sul e sua namorada para Farroupilha. A mãe e filha foram medicadas e já tiveram alta do hospital.

A Brigada Militar fez buscas, mas os bandidos não foram mais localizados. No local do crime foram encontrados 36 cartuchos de pistola calibre 9 milímetros.

Matheus tem antecedentes por tráfico de drogas e inclusive já esteve preso em abril passado. A Polícia investiga se o crime tem ligação com o outro homicídio, ocorrido no último dia 12 de maio, também no Vale Real, quando um rapaz de 25 anos foi morto e outro de 23 anos ficou ferido em razão de disparos de tiros quando estavam numa parada de ônibus.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here