Dinamite foi detonada em antiga pedreira da Prefeitura, no Angico - Crédito: BM

Na manhã desta segunda-feira, dia 15, a Polícia Civil e a Brigada Militar realizaram em São Sebastião do Caí a Operação Sicario.

Conforme a delegada Cleusa Spinato, a operação é referente a uma investigação de homicídio doloso ocorrido no último dia 4 de junho. Na ocasião, Samuel Datsch Correa, de 19 anos, foi morto a tiros  na margem da RS 122, altura do bairro Angico.

Especialistas em explosivos vieram de helicóptero
– Crédito: BM

A operação de hoje contou com a participação de 35 policiais, sendo 20 civis e 15 militares. Segundo a Polícia foram encontradas drogas, munição e explosivos, incluindo 2.124 gramas de maconha, mais crack (8,4g), cocaína (608,9g) e um comprimido de ecstasy, além de 14 munições intactas de fuzil 556, duas munições de calibre 12, balança, dois carregadores de pistola calibre 9 milímetros, R$ 1.100 em dinheiro, quatro camisetas com inscrição da Polícia Civil e uma farda  da força tática da Brigada Militar. De acordo com a Polícia, um indivíduo foi preso temporariamente, suspeito da autoria do homicídio.

Cinco bananas de dinamite estavam na casa no loteamento Nova Rio Branco
– Crédito: BM

Na casa, no loteamento Nova Rio Branco, além das drogas, munição, farda da BM e camisetas da Polícia, foram encontradas cinco bananas de dinamite. Por isso foi acionado o Batalhão de Operações Policiais Especiais, o BOPE (antigo GATE), de Porto Alegre, para análise e remoção dos explosivos. Os especialistas do BOPE chegaram no helicóptero da BM e após a remoção levaram os explosivos para uma antiga pedreira da Prefeitura, no bairro Angico, onde as dinamites foram detonadas. Bombeiros Voluntários Caienses também deram apoio à operação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here