Policiais federais estiveram no Caí realizando buscas - Reprodução/FN

A Polícia Federal (PF) cumpriu na manhã desta quinta-feira, dia 5, mandados de prisão e de busca e apreensão contra uma organização criminosa sediada no Vale do Sinos e que tem atuação também no Vale do Caí. A operação Antracnose tem como alvo a facção Os Manos com o cumprimento de 295 ordens judiciais, incluindo 35 mandados de prisão preventiva e 39 de busca e apreensão, no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O objetivo da ação é a descapitalização patrimonial da organização e a prisão de liderança. No Vale do Caí foram cumpridos mandados em São Sebastião do Caí e quatro em Portão. A maior parte das buscas (21 ordens) foram realizadas em Novo Hamburgo, além de Campo Bom (5), Estância Velha (4) e as demais em Nova Hartz, Tramandaí e nas cidades paranaenses de São Miguel do Iguaçu e Medianeira.

Conforme a investigação, a quadrilha movimentou quatro toneladas de cocaína, do Paraguai para o Rio Grande do Sul, nos seis meses de monitoramento da PF. São investigados crimes como lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas e contra o sistema financeiro nacional. A Polícia Federal seqüestrou mais de 20 milhões de reais em bens dos traficantes, entre veículos de luxo e imóveis, além do bloqueio de contas bancárias. Cerca de 200 policiais federais foram mobilizados, além do reforço da Brigada Militar com mais de cem PMs. Entre os locais das buscas, estão revendas e locadora de veículos,  Noutro local, embaixo de um piso, foram localizados vários pacotes de cocaína. Também ocorreram buscas num haras em Tapes. Já em Portão foram encontradas drogas no fundo falso do piso de uma casa. Entrevista coletiva sobre a operação foi realizada hoje no final da manhã.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here