Eliandre Marquetti, de 36 anos, estava na carona da moto que foi atingida por um carro na RS 122. O motociclista está internado e o motorista do Escort foi preso por embriaguez ao volante - Crédito: Facebook/Reprodução

Foi identificada como Eliandre Marquetti, de 36 anos, a caroneira de uma moto que morreu em acidente na madrugada deste domingo, dia 11, na RS 122, em Bom Princípio. Eliandre, também conhecida como “Tita”, residia na localidade de Vale do Hermes, na Feliz, fazia mais de cinco anos e trabalhava em Bom Princípio no Morangos Bar. Deixa três filhos jovens – filha de 16 e dois rapazes de 18 e 14 anos, além de quatro irmãos, pais, sobrinhos, esposo e demais familiares e amigos. “Era uma mulher muito batalhadora e verdadeira, que amava os filhos mais do que tudo. Sempre lutava pelos seus sonhos e nunca desistia. Muito amada por todos. Uma mulher forte que jamais será esquecida. É uma perda que vai doer muito em todos nós e em quem a conhecia. Espero que a justiça  seja feita pois ela não merecia isso”, declarou o filho Uilian, de 18 anos, bastante consternado, assim como os irmãos Jackson e Jessica.

Eliandre morreu no local do acidente, perto da Polícia Rodoviária de Bom Princípio
– Facebook/Reprodução

A colisão entre um automóvel Ford Escort, com placas de Bom Princípio, e a moto Honda CB 300, emplacada no Caí, onde Eliandre estava na carona, aconteceu por volta de 4h30 da madrugada na altura do quilômetro 26, perto do posto da Polícia Rodoviária Estadual (Balança). O local, onde existe um retorno, é considerado bastante perigoso, já tendo ocorrido vários acidentes, inclusive com mortes e feridos. Conforme a Polícia Rodoviária (PRE), os dois veículos vinham no mesmo sentido – Bom Princípio/São Vendelino, quando houve uma colisão traseira. Eliandre morreu no local. O condutor da moto também se feriu, sendo socorrido e encaminhado para a UPA, de onde devido a gravidade foi removido para o Hospital Montenegro. Já o motorista do Escort não teve lesões.

Conforme constatou o levantamento da Polícia Civil, que vai investigar as circunstâncias do acidente, o capacete de Eliandre foi arremessado a vários metros do local do impacto, o que comprova a violência da colisão. O acidente foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro. Segundo a Polícia, através do delegado de plantão, doutor André Roese, foi constatado a alcoolemia no motorista do Escort, o qual estava bem acima do limite e foi preso em flagrante por homicídio de trânsito qualificado, em razão da embriaguez ao volante. Os nomes do motociclista e do motorista do carro não foram informados.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here