Moto foi levada de guincho de Vale Real para Caxias do Sul, onde foi recuperada e mulher de apenado foi presa por estelionato - Crédito: Brigada Militar

A Brigada Militar foi informada, na tarde de ontem, terça-feira, dia 14, sobre um golpe em que uma estelionatária se passava por um policial militar para efetuar a compra de uma moto. O proprietário do veículo, morador do Vale Real, informou ter recebido uma oferta de compra de um interessado que se identificou como PM de Caxias do Sul. Foi feita a negociação e o suposto policial mandou um “print” (cópia) de um depósito bancário feito por TED (transferência eletrônica). O comprador informou que um guincho iria buscar a moto no Vale Real. Porém, até a chegada do guincho o dinheiro não havia sido creditado na conta e por isso o dono da moto resolveu acionar a Brigada.

Foi montada uma ação conjunta  com policiais do Vale do Caí, Caxias do Sul e Farroupilha, que monitoraram e acompanharam o guincho levando a moto para a Serra. Ao chegar a um endereço determinado pelo estelionatário, no bairro Desvio Rizzo, surgiu uma mulher, de 22 anos. Ela efetuou o pagamento de 300 reais do transporte da moto ao guincho. Em seguida os policiais fizeram a abordagem e a mulher foi presa em flagrante. Segundo apurou o Setor de Inteligência da BM, o indivíduo que fazia as ligações está preso. Marido da mulher, ele efetuava os telefonemas de dentro do Presídio Regional de Caxias. E utilizavam até imagens da identidade funcional e pessoal de um PM para praticar golpes de estelionato. A mulher foi presa em flagrante e encaminhada para a Delegacia de Polícia de Caxias do Sul.

O casal é suspeito de mais golpes na região. Casos semelhantes ocorreram no mês passado na Feliz e em São Sebastião do Caí, em que um indivíduo se passava por policial militar para pedir lanches e recargas de celular.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here