André Calisto dirigia um Peugeot que colidiu com um Corsa em Arroio do Ouro Reprodução/FN

André dos Santos Calisto, de 34 anos, que dirigia um automóvel Peugeot, com placas de Caxias do Sul, morreu após acidente ocorrido na tarde da última quinta-feira, dia 18, na RS 452, em Vale Real. Ele era morador de Vila Cristina, em Caxias. A colisão, por volta de 15h, na altura do quilômetro 18, em Arroio do Ouro, próximo de um posto de lavagem, envolveu também um automóvel Corsa emplacado em Nova Petrópolis, cujo motorista foi encaminhado ao Hospital Schlatter, da Feliz.

Bombeiros Voluntários de Bom Princípio e Feliz, mais equipes da Secretaria de Saúde de Vale Real, atenderam a ocorrência, assim como a Polícia Rodoviária Estadual de Bom Princípio. A Polícia Civil vai investigar as circunstâncias do acidente.

Automóvel Peugeot dirigido por André Calisto e um Corsa se se envolveram em acidente no Arroio do Ouro
– Reprodução/FN

André era bastante estimado. Morava na Vila Cristina, distrito de Caxias do Sul, com esposa Cassiane e a filha Maria Clara, de 10 anos de idade. Conforme conhecidos, a família viajou para o município de Lagoão, no Vale do Rio Pardo, para acompanhar o sepultamento. “Foi um irmão que ganhei nos últimos anos”, afirmou Paulo Rodrigo Rodrigues, amigo e de quem André era inquilino, lamentando a sua perda. “Era um bom pai, pessoa correta e de muito bom coração”, completa.

Os graves acidentes na RS 452 têm causado preocupação. No final do mês passado duas pessoas morreram em dois graves acidentes no mesmo trecho da rodovia, entre Vale Real e Feliz. Já no início da noite da última segunda-feira, dia 22, no quilômetro 19, também em Arroio do Ouro, ocorreu um acidente envolvendo três veículos – Montana, Gol e Renault Master. A condutora do Gol e um pedestre, que foi atropelado, ficaram feridos, sendo encaminhados ao Hospital Schlatter, da Feliz.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here