Carro foi apreendido e motorista teve que voltar para casa de trem - Crédito: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou um homem dirigindo de forma perigosa e colocando em risco os demais usurários da via. O fato aconteceu na manhã desta terça-feira, dia 8, no quilômetro 428 da BR-386, em Montenegro.

Após denúncias de que o condutor de um Fiat Palio, com placas de Novo Hamburgo, trafegava em zigue-zague, parecendo estar embriagado, a equipe da PRF iniciou buscas na rodovia, encontrando o motorista saindo de um posto de combustíveis.

Os policiais realizaram a abordagem e confirmaram a embriaguez após a realização do teste do etilômetro no modo passivo. O homem se recusou a realizar o teste no modo ativo, o qual mediria a quantidade de álcool no organismo. O novo equipamento capta a presença de álcool no ar sem a necessidade do condutor assoprar.

No automóvel, ainda estavam a esposa do motorista, grávida de 5 meses, e também fazendo a ingestão de bebida alcoólica, além do filho do casal, de cerca de 5 anos, que não utilizava o cinto de segurança.

A PRF constatou, ainda, que a parada no posto de combustíveis foi para comprar mais bebidas. No momento da abordagem, o casal estava com uma lata de cerveja recém aberta.

O homem tem 48 anos e não possui CNH. Ele disse que a família saiu de Palmitinho e pretendia chegar em São Leopoldo.

O motorista foi liberado e poderá responder ao processo em liberdade. O veículo foi removido a depósito credenciado e a família levada até o Trensurb, em Canoas, para que pudesse seguir em segurança até o seu destino.

1 COMENTÁRIO

  1. Entendi que a mãe, grávida de 5 meses, também estava consumindo bebida alcoólica. Pobre criança em seu ventre e triste é a vida do menino de 5 anos que lhes acompanhava. E ainda foram conduzidos até São Leopoldo. Os pais deveriam ser presos, ao menos até passar a bebedeira, e o menor, deveria ficar protegido destas pessoas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here