Acidente em Bom Princípio aconteceu na tarde de quinta-feira - Crédito: Joel Reinehr/Reprodução

O caso do caminhão desgovernado que quase provocou uma tragédia em Bom Princípio está causando grande repercussão. Foi inclusive destaque no programa Jornal do Almoço da RBS TV hoje, sexta-feira, além de ser notícia em vários veículos de comunicação pelo Estado.

Automóvel estacionado também foi atingido
– crédito: Joel Reinehr/Reprodução

O acidente ocorreu no final da tarde de ontem, quinta-feira, na Rua Guilherme Beno Backes. Por volta de 17h40, o motorista de um caminhão com carroceria tanque, da Feliz, utilizado para limpar fossa, tinha tentado sair após concluir um serviço no local. Segundo moradores, o caminhão estava com uma pedra embaixo de uma roda. Quando o motorista retirou a pedra e tentou fazer o caminhão pegar, o veículo começou a descer a lomba de ré, totalmente desgovernado. Um morador, desesperado, saiu correndo pela rua, tentando fugir do caminhão. O veículo desceu desgovernado de ré, colidiu com um automóvel, atingiu um poste, derrubou a grade de uma casa e só parou ao se chocar com a parede da residência. Por muita sorte ninguém ficou ferido. Mas o susto e os danos foram grandes.

Tudo foi gravado pela câmera de segurança de uma oficina mecânica que fica bem próxima. O dono da oficina, Joel Reinehr, diz que o homem que desceu correndo desesperado era o seu pai, Francisco Reinehr, de 56 anos. “Foi um momento de pânico ver isso tudo acontecer. Foi tudo muito rápido. Achei que eram os últimos momentos que iria ver meu pai”, diz Joel. Francisco, que voltava do trabalho caminhando, diz que na hora só pensou em correr.

Os moradores da casa atingida pelo caminhão também viveram momentos de pânico. O menino Erick, de apenas 6 anos, estava jogando bola na frente da casa, dentro do pátio. A sorte é que ele saiu para lavar as mãos e em seguida o caminhão desgovernado colidiu contra sua casa, bem no local onde segundos antes estava brincando. A mãe, Eloíta Ferreira Bueno, entrou em desespero, preocupada com o filho que poderia ter sido atingido pelo caminhão sem freio que desceu a ladeira. O pai, Eder Padilha, voltava do trabalho em Caxias do Sul quando ficou sabendo do acidente e ficou apavorado. Por sorte, foram somente danos materiais. O caminhão parou entre o portão, a garagem e a frente da casa. E permaneceu no local, que foi isolado para a realização de perícia. Antes de ser retirado, terá que ser feita a remoção dos resíduos que estão no tanque do caminhão. Uma perícia também terá que ser feita na casa, que teve danos e rachaduras, comprometendo coluna e estrutura. O motorista também não sofreu ferimentos, mas estava em estado de choque e foi levado para atendimento na UPA. Foi feito teste de bafômetro no condutor, que não acusou ingestão de álcool. Bombeiros e Brigada Militar atenderam a ocorrência.

A suspeita é de que um problema mecânico tenha deixado o caminhão sem freio. A Polícia Civil será a responsável pela investigação. Conforme informações, a empresa responsável pelo caminhão se comprometeu a pagar os prejuízos. Enquanto isso, os moradores vão ficar na casa de familiares.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here