Quelen com o filho Cristhofer, de 8 anos: "ele tinha orgulho de dizer que era de Bom Princípio" - Reprodução/FN

A reportagem do Fato Novo conversou ontem com Quelen Cristiane da Silva, mãe do menino Cristhofer Achamachar, de apenas 8 anos, natural de Bom Princípio, que morreu em decorrência de um choque elétrico quando brincava na casa da avó materna, em Itaqui, na fronteira Oeste do Estado.

Cristhofer nasceu e estudou em escolas de Bom Princípio até a família se mudar para Itaqui, no ano passado
– Reprodução/FN

Cristhofer foi sepultado no Cemitério Municipal de Itaqui na tarde da última segunda-feira, dia 19. O acidente ocorreu tarde do dia anterior, domingo, quando o garoto teria encostado em um arame, que estava energizado. Ao cair, o fio teria ficado sobre o seu pescoço e não resistiu, vindo a falecer. A tragédia causou grande comoção entre familiares e amigos, em especial na comunidade de Bom Princípio, onde a família morou por doze anos, até o ano passado, quando se mudou para Itaqui. Em Bom Princípio o menino estudou em escolas como Pio XII e Branca de Neve. Os pais, Quelen e Cristian Achamachar, agradeceram a solidariedade neste momento tão difícil e as homenagens ao pequeno Cristhofer. O casal tem ainda mais um filho, Enzo, de 4 anos.

Os pais ainda estão em estado de choque, arrasados e desolados, sob efeito de remédios. Segundo Quelen, o acidente foi muito rápido, em menos de um minuto, não dando tempo de salvar Cristhofer. Os próprios pais prestaram socorro, mas ele já estava sem vida. A mãe lembra o orgulho do filho de ser bom-principiense e costumava dizer a todos que era natural da cidade do morango. Ressalta que era um menino responsável e querido. Quelen recorda da equipe médica que tão bem cuidou de suas gestações, em Bom Princípio, quando teve seus filhos. E finalizou citando que tinha planejado tantas coisas para Cristhofer, mas ele partiu precocemente, deixando os pais sem chão e sem rumo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here