Sérgio dos Santos tinha 17 anos e era passageiro do Chevette que colidiu com um caminhão em São José do Sul - Facebook/Reprodução

No início da manhã deste domingo, dia 9, começaram em Montenegro os velórios dos dois rapazes que morreram em acidente na manhã de ontem na BR 470.

Felipe da Silva tinha 19 anos e era o motorista do Chevette que colidiu com um caminhão em São José do Sul
– Crédito: Facebook/Reprodução

Felipe de Vargas da Silva, de 19 anos, que era o motorista do Chevette, está sendo velado na Capela Menino Jesus de Praga, da Rua dos Imigrantes, na Vila Esperança. O sepultamento está previsto para a tarde deste domingo, às 16h, no Cemitério Municipal de Montenegro. Os serviços fúnebres estão a cargo da Funerária Vargas.

Sérgio de Lima Franco dos Santos, de 17 anos, que era passageiro do carro, está sendo velado na Capela Mortuária da Funenária Forneck Mattana, na Avenida Ernesto Popp, próximo ao cemitério, no bairro Cinco de Maio. O enterro está programado também para a tarde deste domingo, só que às 17h, no Cemitério Municipal de Montenegro.

Acidente ocorreu no início da manhã de ontem, sábado
– Crédito: PRF/Reprodução

É grande a repercussão e consternação pela morte dos dois rapazes. Um terceiro ocupante do carro, Adair Vianna Filho, de 21 anos, foi internado em estado grave no Hospital Montenegro. Os três moradores de Montenegro estariam indo trabalhar numa obra, no início da manhã de ontem, sábado, por volta de 7h, quando aconteceu o grave acidente na altura do quilômetro 281, em São José do Sul, numa curva fechada da localidade de São José do Maratá, próximo da ponte da divisa com Montenegro. Na curva, o Chevette, que trafegava no sentido Montenegro/Salvador do Sul, teria se desgovernado e invadido a pista contrária, onde colidiu violentamente com um caminhão Ford Cargo com placas de São Pedro da Serra. O condutor do caminhão, de 36 anos, não se feriu. Os dois veículos foram parar fora da rodovia, com o Chevette totalmente destruído.

Felipe e Sérgio morreram no local do acidente. Os dois eram vizinhos na Rua Chapecó, do bairro Santa Rita. Familiares e amigos estão muito abalados. Várias são as mensagens de pesar e homenagens nas redes sociais.

Bombeiros de Montenegro, Samu, Brigada Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal estiveram no local. Conforme a PRF, o motorista não tinha carteira de habilitação. A Polícia Civil vai investigar as circunstâncias do acidente.

Deixe seu comentário