Dupla de bandidos roubou veículo, celular e dinheiro, em Montenegro Imagem ilustrativa/internet

A primeira informação era de que a Brigada Militar de Montenegro teria conseguido libertar uma jovem de 19 anos que vinha sendo mantida em cárcere privado por um indivíduo que conheceu através do facebook da internet.

O acusado, morador do bairro Estação, em Montenegro, teria conhecido a moça, que é de Porto Alegre, através das redes sociais. Através dos contatos, a convidou para vir para Montenegro, quando se conheceram pessoalmente. Só que aí ocorreu o inesperado pela jovem. Conforme informações, o acusado teria tirado o telefone celular dela. E ele teria a mantido em cárcere privado, presa dentro da casa dele, onde era agredida e ameaçada de morte.

Os pais, ao perceberem o sumiço da filha, procuraram a Polícia na capital. Neste meio tempo a jovem conseguiu ter acesso a outro telefone celular e sem que o acusado percebesse ligou para a sua família, passando o local onde estaria de refém. Os familiares então se dirigiram a Montenegro e com o apoio da Brigada Militar foram até a casa no bairro Estação. A jovem, que estava desesperada devido aos dias que viveu de pesadelo, teria sido resgatada nesta terça-feira, dia 27. E o acusado foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia.

Ocorrência foi de Maria da Penha

Hoje pela manhã, quarta-feira, em contato com a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), a informação foi de que foi feito um registro de lesões corporais, enquadrado na Lei Maria da Penha, com pedido de medidas protetivas. Segundo a Polícia, a moça, que teria 23 anos, já estaria morando com o acusado em Montenegro faz cerca de 7 meses. O acusado teria 24 anos.

Deixe seu comentário