Palio Weekend colidiu com caminhão em Montenegro no início da manhã deste sábado, causando a morte de Luís Schumacher, de 24 anos - Crédito: Guilherme Baptista/FN

Muita consternação na manhã deste sábado, dia 13, em Montenegro, em virtude da morte trágica de um jovem advogado, bastante conhecido e estimado.

Luis Claudio Schumacher era um promissor advogado de 24 anos
– Crédito: Facebook

Luis Claudio Machado Schumacher, de 24 anos, era sócio da Griebeler Advogados Associados e morava com os pais no bairro Santo Antônio. Trabalhou também como estagiário na Prefeitura e antes ajudava os pais, Claudio Schumacher e Mari Machado, no açougue que a família possuía no bairro Santo Antônio. “Trabalhou comigo na Prefeitura como estagiário quando vi o seu grande potencial e o convidei para trabalhar no escritório da Griebeler Advogados”, lembra o doutor Marcos Griebeller, ex-vice-prefeito e seu sócio. “Era um excelente profissional, dedicado, gentil e tinha uma carreira muito promissora pela frente. Trabalhava muito”, completa, enquanto procurava consolar os pais Claudio e Mari, a irmã Ana e demais familiares que estavam inconsoláveis no local do acidente.

Fiat Weekend ficou destruída e bombeiros tiveram que recortar o teto para retirar a vítima
– Crédito: Guilherme Baptista/FN

A colisão entre o Fiat Palio Weekend e uma carreta ocorreu por volta de 5h30 na altura do quilômetro 5, perto da entrada da Vila Esperança (bairro Senai) e do trevo da Agrogen (cruzamento com a RS 124), em Montenegro. O motorista do carro ficou preso nas ferragens e acabou morrendo no local. A Weekend estaria trafegando no sentido Brochier/Montenegro e o caminhão na direção contrária, quando ocorreu a colisão frontal. Os dois veículos foram parar fora da pista, com a Weekend totalmente destruída e a carreta tombada. O caminhão, com placas de Lins (São Paulo) estava carregado de frango e vinha da JBS. O motorista não se feriu.

Carreta carregada de frango tombou na lateral da pista
– Crédito: Guilherme Baptista/FN

O trânsito foi interrompido no início da manhã para a retirada da vítima e dos veículos. O trânsito foi desviado pela Polícia Rodoviária Estadual com o auxílio da Brigada Militar. Os bombeiros de Montenegro tiveram muito trabalho por cerca de 40 minutos para retirar o corpo, que estava preso nas ferragens. Foi preciso cortar todo o teto da WeeKend para que fosse retirado. Depois também dois guindastes removeram o caminhão, que estava carregado de frango. A perícia esteve no local e a Polícia Civil vai investigar as circunstâncias do acidente.

Deixe seu comentário