Maicon Douglas tinha 26 anos e trabalhava numa farmácia no centro do Caí - Facebook/Reprodução

Maicon Douglas Alves Bastos, de 26 anos, foi o motorista do Fiat Palio, com placas de São Sebastião do Caí, que morreu em acidente na tarde desta segunda-feira, dia 25, na RS 122. Bastante conhecido e estimado, ele trabalhava na Farmácia São João, no Caí. Anteriormente também trabalhou como estagiário na Delegacia de Polícia e num escritório de advocacia, além de no cartório eleitoral. Era morador do bairro São Martim.

Maicon Douglas dirigia o automóvel Fiat Palio que capotou na RS 122
– Facebook/Reprodução

Em seu facebook, na internet, várias já são as mensagens de pesar e homenagens. “Com muita dor no coração informo aos familiares e amigos, o falecimento do meu amado irmão Maicon Douglas . Que Deus te guie no caminho da luz e te receba de braços abertos meu irmão amado”, escreveu Alex Alves, bastante consternado.

A perícia ainda está sendo realizada agora no final da tarde no local do acidente, na altura do quilômetro 9,5 da RS 122, próximo da entrada para o Passo da Taquara, numa reta do bairro Conceição, onde o automóvel Fiat Palio, de cor vermelha e placas do Caí, acabou capotando quando trafegava no sentido Caí/Portão. O trânsito está bastante lento, com grande congestionamento.

Acidente ocorreu na reta da Conceição, altura da entrada do Passo da Taquara
– Crédito: Fábio Fuchs Kleins

A suspeita é de que o motorista teria perdido a direção ao ser fechado por um caminhão que não parou no local. O Palio teria capotado e depois atravessou o canteiro central, indo parar na outra pista, no sentido contrário. Bombeiros Voluntários Caienses e Samu estiveram no local, mas a vítima já se encontrava sem vida. A Polícia Rodoviária Estadual e a Polícia Civil estão no local junto com a perícia. As circusntâncias do acidente ainda serão investigadas.

Outra morte no sábado

Foi a segunda morte no mesmo trecho da RS 122 em dois dias. Na noite de sábado, por volta de 20h, também na altura do bairro Conceição, aconteceu um acidente envolvendo três veículos, entre eles um Citroen C4 Picasso com placas de Bom Princípio, mais uma Kombi e uma moto, ambos com placas do Caí. A motorista do C4 não se feriu. O condutor da Kombi, que teria provocado o acidente ao fazer um retorno na rodovia, fugiu do local, abandonando o veículo. E o motociclista não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Vagner José Nunes de Oliveira, de 28 anos, morador de São Sebastião do Caí, trabalhava como motoboy de tele-entrega de lanches e também como vigilante no campus da UCS. Deixou esposa e um filho de apenas 1 ano de idade. Foi velado ontem no Caí e hoje foi sepultado em Barros Cassal, no noroeste do Estado, onde tem familiares.

Deixe seu comentário