Gilberto Machado de Lima, de 62 anos, foi atropelado na noite de ontem na RS 122, no Caí - Reprodução/FN

Gilberto Machado de Lima, de 62 anos, que morreu atropelado na noite de ontem, sexta-feira, dia 9, na RS 122, em São Sebastião do Caí, era morador do bairro São Martim. Conforme informações, tinha uma companheira e era pai de um único filho com o qual perdeu contato há anos.

O acidente ocorreu por volta de 21h30, na altura do quilômetro 6, no bairro Conceição, num trecho próximo à estrada para o Passo da Taquara. Gilberto havia recém saído da Tenda do Alemão, bar e mercado situado na margem da rodovia, que é duplicada. Ao atravessar a pista, acabou sendo atingido por uma caminhonete Chevrolet Montana, com placas de Caxias do Sul, que trafegava no sentido Caí-Farroupilha.

Na tenda do Alemão, a vítima costumava jogar cartas e se encontrar com amigos. Segundo relato de pessoas que presenciaram o acidente, o corpo de Gilberto foi atingido perto da tenda, sendo arrastado por vários metros e ele não resistiu a gravidade dos ferimentos. O automóvel desceu o barranco na margem direita da RS-122. O condutor do veículo, segundo foi comentado na ocasião do acidente, seria um policial civil de Caxias do Sul.

Deixe seu comentário