Acusado foi localizado num quarto do motel com revólver e R$ 5,5 mil em dinheiro - Crédito: BM

O homem de 25 anos, que foi preso na manhã desta segunda-feira, dia 24, dentro de um motel em Montenegro, era suspeito de seqüestrar e agredir a ex-companheira em Canoas. Ele foi localizado por volta de 10h45 após uma ação conjunta entre Polícia Civil, Brigada Militar e Polícia Rodoviária Federal.

De acordo com a Brigada, a prisão ocorreu no quarto de um motel da margem da RS 124. O acusado, que possuía dois mandados de prisão, foi surpreendido dentro de um quarto do estabelecimento, com um revólver calibre 38 na mão, municiado com seis cartuchos. Além da arma, foram apreendidos dois telefones celulares, R$ 5,5 mil em dinheiro e um automóvel Gol. Após, foi encaminhado para a Delegacia de Canoas. Natural da cidade paranaense de Cândido Rondon, mas morando atualmente em Cachoeirinha, o acusado tinha antecedentes por lesão corporal e outros delitos, além das acusações de seqüestro, cárcere privado, lesão corporal, falsificação de documento público, moeda falsa, desobediência e receptação.

Casal tinha se separado na semana passada e no sábado ele teria a obrigado em entrar em seu carro
– Crédito: Polícia Civil

Conforme as investigações, o casal estaria separado desde o início da última semana, após a ex-companheira ter sido agredida e romper o relacionamento. Na última sexta-feira, dia 21, o acusado teria procurado a ex-mulher na casa de sua mãe. Como ela se negou a voltar, ele puxou a mulher para o interior de seu veículo e arrancou o carro com metade do corpo dela para fora. Só cerca de uma hora depois liberou a ex-companheira, que teve ferimentos no pé e pescoço, além de ter tentado estrangulá-la. Mesmo assim a vítima não teria registrado o caso na Polícia. No sábado o acusado voltou a atacar a ex-mulher, abordando ela quando utilizava um veículo de aplicativo e a obrigando a acompanhá-lo.

A Polícia passou a fazer buscas. No início da noite de domingo a vítima foi deixada em um posto de combustíveis de Canoas. Ela informou a Polícia que foi mantida em poder do acusado desde o dia anterior. E que teriam passado a noite num motel em Montenegro. Disse que foi libertada após prometer de reatar a relação. Os policiais realizaram diligências e conseguiram prender o acusado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here