Prisão do acusado ocorreu ontem em Maratá - Crédito: Polícia Civil

Mais um caso de agressão contra mulher foi registrado na região e a Polícia prendeu o acusado da violência, enquadrada na Lei Maria da Penha.

Ontem, quinta-feira, dia 10, policiais civis da Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher (Deam), Delegacia Regional e das Delegacias de Montenegro e de São Sebastião do Caí, prenderam um indivíduo de 30 anos, que estava com mandado de prisão preventiva decretada pela Justiça. Segundo a delegada Cleusa Spinato, titular da Delegacia da Mulher, ele é acusado de tentativa de feminicídio e outros delitos com violência doméstica, praticados contra a ex-namorada de 33 anos.

Conforme a delegada, o casal teve um relacionamento de cerca de três meses, tendo terminado em janeiro. Ele estaria tentando recomeçar o relacionamento. E no último domingo ela foi vítima de uma violência brutal. “Agrediu a vítima violentamente com tapas, socos, puxões de cabelo e inclusive com um relho. A vítima ficou bastante machucada. Ele esganou-a, apertando o pescoço. E também tentou afogá-la. Violência bastante grave”, relatou a delegada. “Representamos pela prisão preventiva na mesma data e tão logo foi deferida já cumprimos”, completa.

As agressões aconteceram na tarde do último domingo, dia 5. A vítima foi agredida desde a parte da tarde até o início da noite, ocasionando vários ferimentos. Só de noite ela conseguiu fugir e pedir socorro para parentes, sendo encaminhada ao hospital onde ficou internada. As agressões ocorreram na localidade de Macega, em Maratá, onde o acusado foi preso.

Denúncias de agressões e ameaças podem ser encaminhadas para o Disque-denúncia 180, Brigada Militar no 190, Delegacia de Polícia no 197, 3649 0000 e whatsApp 984168115, Delegacia da Mulher no whatsApp 984437970, Conselho da Mulher (Comdim) no 996099049 e pelo Escuta Lilás 08005410803.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here