- Imagem ilustrativa

De acordo com a Polícia Civil, em flagrante lavrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro, um dos presos no assalto ocorrido ontem de tarde, sábado, dia 2, numa padaria do bairro Vila Rica, em São Sebastião do Caí, seria genro da proprietária do estabelecimento comercial. A Brigada Militar informou que o acusado, de 24 anos, era o motorista de um automóvel Golf, de sua propriedade, que teria sido utilizado no roubo. E no carro, segundo a BM, foi encontrado um simulacro (imitação de pistola). Segundo a Polícia, ele já tinha antecedentes criminais. A mulher dele acabou sendo liberada, mas a investigação policial continua, para apurar mais fatos.

Acusados teriam utilizado um simulacro (pistola falsa) encontrado dentro do carro do genro da proprietária do estabelecimento
– Crédito: Brigada Militar

O outro preso, de 20 anos, detido por populares até a chegada da Brigada, também já tinha antecedentes criminais. Ele e um comparsa, que não foi localizado, teriam fugido no mesmo dia do Presídio de São Leopoldo, onde cumpriam pena no regime semiaberto.

Conforme informações apuradas pela BM, os três indivíduos teriam praticado o roubo, por volta de 14h45min. Segundo a Polícia, roubaram em torno de 250 reais em dinheiro. Os dois acusados, presos pelas guarnições da Força Tática da Brigada, foram encaminhados para a DPPA, onde foi lavrado o flagrante e ambos recolhidos ao sistema carcerário. O terceiro acusado, também fugitivo do semiaberto de São Leopoldo, segue foragido.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here