Acidente ocorreu na tarde de ontem, quando dois carros acabaram incendiando. Quatro pessoas morreram num Peugeot, e outras quatro ficaram feridas num Onix e Uno, os dois últimos de Montenegro - Foto: PRF

As quatro pessoas que morreram em acidente na tarde de ontem, sábado, dia 15, na BR 386 (Tabaí/Canoas), em Montenegro, residiam em Santa Cruz do Sul. As vítimas foram identificadas como Cristiano Ferreira da Silva, de 40 anos, Karen Alessandra Job da Silva, 38 anos, João Vitor Job da Silva, 12, e Manuela Job da Silva, de 3 anos.

Os pais e os dois filhos estariam viajando até Sapucaia do Sul para um evento com amigos quando o acidente aconteceu, por volta de 15h20. Eles estavam em um Peugeot Passion, com placas de Sapucaia. Os adultos e a criança mais velha foram carbonizados, dentro do carro. A menina, de 3 anos, foi encontrada morta em uma cadeirinha, três horas depois, no matagal. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) suspeita que o impacto do acidente tenha feito a cadeirinha ser arremessada para fora do veículo, indo parar no mato da margem da rodovia. Familiares das vítimas estiveram no local e notaram que faltava a criança menor. O trânsito ficou lento no trecho próximo da ponte sobre o rio Caí e o posto da Polícia Rodoviária Federal até de noite.

O Peugeot e o Onix acabaram se incendiando após colidirem de frente. Um terceiro veículo envolvido, um Fiat Uno, também com placas de Montenegro, não chegou a incendiar. Os quatro feridos – um do Ônix e três do Uno, foram encaminhados para o Hospital Montenegro. Segundo a Polícia Rodoviária, não tiveram lesões graves.

As causas do acidente ainda serão investigadas pela Polícia Civil. Conforme levantamento e declarações de testemunhas, o Peugeot trafegava no sentido interior/capital quando o motorista teria freado para não colidir na traseira de um caminhão, próximo da ponte em obras sobre o rio Caí, onde tem um estreitamento da pista. O veículo teria então atingido um dos tachões entre as pistas, rodopiou e desgovernado invadiu a pista contrária onde colidiu com o Ônix, com placas de Montenegro. Os dois carros se incendiaram. No Passion as quatro pessoas morreram. No Onix o motorista conseguiu sair e teve lesões leves. Depois o Fiat Uno, também com placas de Montenegro, colidiu com o Onix, mas não incendiou. Os três ocupantes do Uno tiveram ferimentos leves.

1 COMENTÁRIO

  1. É inevitável as situações de aperto dos motoristas, principalmente quando se trafega atrás de caminhões….próximo a pontes em reformas e de deslizamentos da rodovia….
    Todo cuidado é pouco. … Que receba esta famifam…🙏🙏

Deixe seu comentário