Crédito: Arquivo Pessoal/FN

A pandemia da Covid-19 é apontada como causa principal para o encerramento das atividades da Soft Calçados, em Salvador do Sul. A empresa, que vinha mantendo um quadro de cerca de 120 funcionários – chegou a ter 140 no início do ano -, parou de produzir na quinta-feira passada, dia 30.

A unidade ocupava um prédio pertencente ao Município, no Distrito Industrial, há cerca de dez anos. Antes, a estrutura era ocupada por uma filial da Via Uno.

Conforme o diretor geral da Soft, Marquel Jacoby, os compromissos financeiros com os colaboradores serão honrados. “O ano estava sendo o melhor desde 2015, mas, por conta do fechamento de lojas e shoppings para evitar a proliferação da doença, clientes cancelaram inclusive o que já estava programado, deixando a fábrica sem demanda”, lamenta.

A produção da Soft Calçados era destinada aos mercados interno e externo. Na unidade salvadorense, eram feitas as parte de corte, chanfração, costura – nesse caso também terceirizada para ateliers – e montagem. O sapato saía da empresa diretamente para as lojas.

“Procuramos outras saídas, mas não encontramos dessa vez. E, infelizmente, está se vendo que não somos os únicos a enfrentar as consequências”, acrescenta Jacoby, que não descarta uma retomada das atividades da fábrica num cenário econômico mais favorável.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here