Rede elétrica deve ser recuperada até a volta às aulas - Reprodução/FN

A Escola Estadual Paulo Ribeiro Campos, conhecido como Colégio Polivalente, foi alvo dos ladrões de fios. Durante o último final de semana foi furtada uma grande quantidade de fios da rede elétrica da escola, deixando sem luz nove salas de aula, além do laboratório de informática e refeitório da escola, situada na Rua Torbjorn Weibull do bairro Timbaúva.

A nova fiação foi instalada durante a reforma no prédio, em 2017. A direção da escola, que constatou o furto no início da manhã de segunda-feira, registrou o caso na Polícia Civil. Imagens de câmeras do sistema de segurança devem ser analisadas. Também foi feito contato com o setor de obras da Coordenadoria Regional de Educação para que a fiação seja refeita antes da retomada das aulas.

Volta às aulas

O Governo do Estado está propondo a volta às aulas presenciais a partir do final de agosto. Foi apresentado hoje um cronograma para todos os níveis de ensino, propondo o retorno das aulas nas escolas entre o fim de agosto e a metade de outubro. Segundo a proposta apresentada aos prefeitos, o governo do Estado propõe que a volta das aulas comece pela Educação Infantil, tanto privada quanto pública, a partir de 31 de agosto. A dúvida é a forma como será o retorno. Para o presidente da Federação dos Municípios do Estado (Famurs), o prefeito de Taquari Maneco Hassen, ainda não teria a segurança suficiente para a volta das aulas presenciais, já que o número de mortes e internações por coronavírus segue em alta. Mas o governo propõe que, após a educação infantil, em 14 de setembro os alunos do Ensino Superior retornem as salas de aula. Já os estudantes do Ensino Médio e Técnico voltariam na semana seguinte, em 21 de setembro. E uma semana depois, a partir de 28 de setembro, os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental. Os anos iniciais do Ensino Fundamental seriam os últimos a serem retomados, a partir de 8 de outubro. O retorno seria permitido apenas para municípios sob bandeira amarela e laranja, de risco baixo e médio para coronavírus. As aulas presenciais estão suspensas no Estado desde março, tendo atualmente o ensino online.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here