Vigilância Ambiental tem monitoramento permanente em áreas como o Cemitério Municipal Prefeitura/Divulgação

Alguns meses atrás a imprensa de Porto Alegre, já alertava quanto ao perigo representado pelo escorpião amarelo. Um aracnídio muito conhecido, e temido, pelo seu veneno mortal. Mas não é só na capital e outras grandes cidades que eles são encontrados e ameaçam a vida das pessoas. No Caí eles também já foram encontrados em anos anteriores, especialmente no bairro Navegantes, onde já foram capturados cinco deles em verões passados.

O veneno do escorpião é capaz de matar pessoas debilitadas, como crianças, doentes e idosos.

A coordenadora da Vigilância Ambiental Municipal, Diva Gauger adverte que quem encontrar um escorpião em casa deve evitar contato direto com o aracnídeo. Não se deve tentar capturar vivo.

O melhor é matar usando algo a distância e, no caso de picada, procurar diretamente o Hospital Sagrada Família, que tem o soro adequado contra o veneno.” O escorpião aparece mais no verão e se alimenta de baratas e outros insetos. É importante manter o pátio das casas limpos e as fossas e caixas de gordura bem fechadas.

Melhor prevenir
“Geralmente as pessoas nos recebem bem e isso é fundamental para que possamos identificar possíveis focos tanto do mosquito aedes quanto do escorpião. Mas ainda mais importante é a conscientização das pessoas”, destaca o secretário de Saúde Diomar Machado Flores.

O pessoal da secretaria usa camiseta e coletes laranja e tem crachá de identificação. “É um trabalho permanente. Passamos hoje em um local como o cemitério e, se chover, após alguns dias já podemos ter larvas novamente. Por isso é sempre importante evitar qualquer tipo de recipiente que possa acumular água”, completa o secretário.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário
Please enter your name here